Mercado fechará em 55 mins
  • BOVESPA

    111.261,73
    -811,82 (-0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.410,14
    -608,77 (-1,11%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,49
    +0,08 (+0,10%)
     
  • OURO

    1.926,70
    -16,10 (-0,83%)
     
  • BTC-USD

    23.901,79
    +891,41 (+3,87%)
     
  • CMC Crypto 200

    546,02
    +0,71 (+0,13%)
     
  • S&P500

    4.182,59
    +63,38 (+1,54%)
     
  • DOW JONES

    34.023,62
    -69,34 (-0,20%)
     
  • FTSE

    7.820,16
    +59,05 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    21.958,36
    -113,82 (-0,52%)
     
  • NIKKEI

    27.402,05
    +55,17 (+0,20%)
     
  • NASDAQ

    12.831,75
    +417,50 (+3,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4613
    -0,0931 (-1,68%)
     

Quais são os tipos de chuva?

A chuva é um fenômeno vital para o planeta, devolvendo à superfície a água que evapora dos rios e oceanos e pela transpiração das plantas. O vapor d’água é leve, o que faz com que ela suba pela atmosfera, até que se condense em altitudes elevadas formando as nuvens.

As gotículas de água e os minúsculos cristais de gelo que compõem as nuvens ficam suspensas no ar até que se acumule um volume suficiente para que elas precipitem.

Entenda quais são os tipos de chuva

Ilustração de como se formam os três tipos de chuva (Imagem: Ingwik/Wikimedia Commons)
Ilustração de como se formam os três tipos de chuva: orográfica, frontal e convectiva (Imagem: Ingwik/Wikimedia Commons)

A precipitação é formada de algumas maneiras diferentes e é a partir delas que as chuvas podem ser classificadas. Os 3 tipos de chuva principais são:

  • Chuva orográfica

  • Chuva frontal

  • Chuva convectiva

O que é chuva orográfica?

Também chamada de chuva de relevo, as chuvas orográficas acontecem quando o movimento do ar o empurra contra uma elevação, como uma montanha ou colina. O ar é obrigado a subir, alcançando maiores altitudes e se condensando. Se a saturação de água for suficientemente grande, a chuva cai

É por conta deste fenômeno que regiões montanhosas estão comumente acompanhadas por nuvens. Isso também implica, do outro lado das montanhas, na formação de regiões áridas: os Andes impedem que a umidade do Pacífico chegue ao deserto da Patagônia. No Brasil, um processo semelhante é uma das causas da seca no sertão nordestino, onde as chuvas são bloqueadas pela Serra da Borborema.

Cadeias de montanhas e outras elevações no relevo forma as chuvas orográficas (Imagem: NASA)
Cadeias de montanhas e outras elevações no relevo forma as chuvas orográficas (Imagem: NASA)

O que é chuva frontal?

Chuvas frontais, conhecidas também como chuvas ciclônicas, correspondem ao encontro de duas massas de ar de características diferentes. Quando uma massa de ar quente encontra uma massa de ar frio, o ar quente sobe por ser menos denso. Nesse processo ele é resfriado, condensando o vapor d’água.

Uma vez que as nuvens formadas estão saturadas, a precipitação ocorre. Esse tipo de chuva costuma ter longa duração, mas sua intensidade pode variar.

O que é chuva convectiva?

As chuvas de convecção são formadas unicamente por uma massa de ar úmido e quente que se movimenta verticalmente na atmosfera. Da mesma forma que as outras, a partir de uma certa altura, o resfriamento leva à condensação do vapor d’água que precipita em forma de chuva.

Chuvas convectivas correspondem às famosas chuvas de verão (Imagem: 10b travelling/Carsten ten Brink/CC BY-NC-ND 2.0)
Chuvas convectivas correspondem às famosas chuvas de verão (Imagem: 10b travelling/Carsten ten Brink/CC BY-NC-ND 2.0)

Esse tipo de chuva é comum nos trópicos e atinge áreas menores que uma chuva frontal. Apesar de serem geralmente intensas e acompanhadas por raios, elas são de curta duração.

E o que é chuva ácida?

A chuva ácida não é um tipo de chuva que está relacionado com sua formação, mas sim com as características químicas da água que cai do céu. A alta presença de gás carbônico na atmosfera nos dias de hoje faz com que algumas moléculas de água reajam com este gás, formando o ácido carbônico. Compostos de nitrogênio e enxofre também podem participar do processo, formando ácido nítrico e sulfúrico, respectivamente.

A chuva ácida, apesar de conter estes compostos, não é diretamente prejudicial ao ser humano. Ela tem, porém, graves consequências ao meio ambiente, como a acidificação do solo e de ambientes aquáticos, causando danos a diversos seres vivos.

Embora ela possa ocorrer naturalmente, a partir dos gases liberados por vulcões, a maior ocorrência desse tipo de chuva é decorrente das emissões de gases por atividades humanas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: