Mercado fechado

Quais são os sintomas da falta de vitamina D no corpo?

Para funcionar, o corpo humano depende do sensível equilíbrio entre os diferentes tipos nutrientes, vitaminas e hormônios, como a vitamina D. Em caso de deficiência, a pessoa pode apresentar alguns problemas de saúde, como perda de massa óssea, maior risco de fraturas, câimbras, fraqueza e fadiga. Estudos também sugerem que a sua deficiência favorece casos de covid grave.

No Brasil, cerca de 875 mil pessoas com mais de 50 anos têm deficiência de vitamina D — o hormônio produzido pelo corpo, quando é exposto à luz solar. Além disso, outros 7,5 milhões de indivíduos apresentam concentrações inferiores às consideradas saudáveis, segundo dados do Estudo Longitudinal da Saúde dos Idosos (Elsi-Brasil).

Para descobrir se os níveis de vitamina D estão adequados no seu organismo, basta fazer um hemograma (exame de sangue). Em casos de deficiência, o médico pode solicitar um raio-x e/ou densitometria para avaliar a saúde dos ossos.

Por que a vitamina D é importante para o corpo?

No corpo, a falta de vitamina D aumenta o risco de perda óssea e de fraturas (Imagem: Microgen/Envato)
No corpo, a falta de vitamina D aumenta o risco de perda óssea e de fraturas (Imagem: Microgen/Envato)

Solúvel em gordura, a vitamina D atua no controle da absorção do cálcio e do fósforo pelo organismo. Basicamente, é ela que permite que estes minerais sejam absorvidos pelos ossos, regulando a quantidade de cálcio que circula no sangue.

“No caso do cálcio, a vitamina D ajuda a proteger contra a perda de massa óssea”, explica a nutricionista Esther Ellis para o site LiveScience. “Também ajuda os músculos a funcionarem, e permite que o cérebro e o corpo se comuniquem através dos nervos. O sistema imunológico também usa a vitamina D no combate a bactérias e vírus invasores”, acrescenta.

“A vitamina D ainda desempenha um papel na redução da inflamação, além de ajudar a controlar o crescimento de células cancerígenas e prevenir a depressão”, complementa Jen Bruning, da Academy of Nutrition and Dietetics, nos Estados Unidos.

Falta de vitamina D provoca problema nos ossos

Em crianças, a falta de vitamina D e de cálcio leva a uma condição chamada raquitismo. Nesses casos, a estrutura óssea fica fraca, aumentando o risco de fraturas. Se a condição não é tratada, o pequeno pode crescer com ossos tortos e mais frágeis que o normal.

Em caso de queda, deficiência de vitamina D aumenta o nível de complicações para pessoas mais velhas (Imagem: Liufuyu/Envato)
Em caso de queda, deficiência de vitamina D aumenta o nível de complicações para pessoas mais velhas (Imagem: Liufuyu/Envato)

Em adultos, a deficiência do hormônio também provoca perda óssea, recebendo o nome de osteomalácia. “O amolecimento dos ossos observado em adultos mais velhos pode facilitar a fratura dos ossos”, explica Bruning. É importante lembrar que, conforme envelhecemos, mais difícil é a recuperação de ossos quebrados.

Cãibras, fadiga e fraqueza são consequências de deficiência

Pessoas com deficiência de vitamina D sofrem com cãibras musculares, fadiga e fraqueza. Neste caso, os pacientes têm mais chances de perder o equilíbrio, cair e sofrer com fraturas nos ossos ou outros tipos de lesões. “Esses efeitos colaterais podem ser mais perigosos naqueles já que são frágeis”, afirma Bruning sobre o risco aumentado para pessoas mais velhas.

Como acabar com a deficiência de vitamina D?

Tomar banho de Sol é a melhor forma de combater a deficência em vitamina D do corpo (Imagem: Seventyfourimages/Envato)
Tomar banho de Sol é a melhor forma de combater a deficência em vitamina D do corpo (Imagem: Seventyfourimages/Envato)

É importante explicar que o corpo humano produz a vitamina D naturalmente, quando é exposto à luz solar. Isso significa que nenhum tipo de suplementação é necessário, além de tomar doses diárias de sol. No entanto, em alguns casos, o médico responsável pode indicar mudanças na dieta ou ainda a ingestão de suplementos alimentares.

No caso de mudanças na dieta, os seguintes alimentos podem aumentar a concentração de vitamina D no corpo:

  • Peixes gordurosos, como salmão e cavala;

  • Fígado bovino;

  • Queijo;

  • Gema de ovo;

  • Cogumelos;

  • Leite, derivados e alguns cereais enriquecidos com vitamina D.

Em caso de dúvidas ou de deficiência diagnosticada na concentração de vitamina D no corpo, o indicado é sempre buscar por orientação médica. O profissional poderá indicar as quantidades ideias de reposição e as melhores práticas para a melhora da saúde geral do paciente.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: