Mercado fechado

Quais são os 5 tipos de alergias mais comuns?

Alergias podem ter diferentes origens e níveis de complicação. Basicamente, qualquer substância pode causar uma reação alérgica, mas a condição costuma ser dividida em cinco tipos de alergias mais comuns: alergia alimentar, alergia respiratória, alergia medicamentosa, alergia cutânea e alergia a picada de insetos.

Dependendo do tipo de alergia, a pessoa pode apresentar diferentes tipos de reações alérgicas, como coceira, inchaço, vermelhidão ou ainda dificuldade para respirar. A gravidade do caso depende de qual o nível de sensibilidade uma pessoa tem a determinada substância, como amendoim, pólen ou picada de abelha.

Coceira, irritação na pele, vermelhidão e espirros são sintomas comuns de alergias (Imagem: Nenetus/Envato Elements)
Coceira, irritação na pele, vermelhidão e espirros são sintomas comuns de alergias (Imagem: Nenetus/Envato Elements)

O que é alergia

Antes de seguirmos para os tipos mais comuns de alergia, vale explicar que elas ocorrem quando o sistema imunológico reage, de forma desproporcional, a uma substância estranha, mas que não causa o mesmo tipo de reação na maioria das pessoas.

“Quando você tem alergias, seu sistema imunológico produz anticorpos que identificam um determinado alérgeno como prejudicial, mesmo que não seja. Quando você entra em contato com o alérgeno, a reação do seu sistema imunológico pode inflamar sua pele, seios nasais, vias aéreas ou sistema digestivo”, explica a Mayo Clinic, em artigo. Para casos extremos, a reação pode ser fatal.

Os 5 tipos de alergia mais comuns

1. Alergia alimentar

Alergia alimentar pode ser provocada por diferentes alimentos, como o amendoim (Imagem: Stockfilmstudio/Envato Elements)
Alergia alimentar pode ser provocada por diferentes alimentos, como o amendoim (Imagem: Stockfilmstudio/Envato Elements)

A alergia alimentar costuma ser mais frequente durante a infância, segundo a Secretaria de Saúde da Cidade de São Paulo. Afinal, nos primeiros anos de vida, a pessoas está consumindo muitos alimentos pela primeira vez e ainda não sabe o que pode provocar uma reação alérgica em seu organismo. Apesar disso, adultos também podem ter reações causadas pela ingestão de alimentos e, durante a vida, a intensidade dessas alergias pode ser alterada.

Entre as comidas e alimentos mais comuns a causar esse tipo de alergia, estão:

  • Leite;

  • Ovos;

  • Trigo;

  • Amendoim;

  • Frutos-do-mar.

De forma geral, o paciente pode relatar inchaço ou coceira nos lábios, diarreia, vômitos, rouquidão e pele áspera e irritadiça.

2. Alergia respiratória

Alergia respiratória pode causar falta de ar, tosse e espirros (Imagem: Gpointstudio/Envato)
Alergia respiratória pode causar falta de ar, tosse e espirros (Imagem: Gpointstudio/Envato)

A alergia respiratória é normalmente causada por fumaça, poluição, ácaro e poeira — por isso, tendem a ser mais comuns nos centros urbanos ou se intensificam com os efeitos das mudanças climáticas, como apontou um estudo dos Estados Unidos.

Como resposta a estas substâncias, o paciente acaba enfrentando doenças respiratórias, como rinite, asma ou sinusite. Entre os principais sintomas, estão:

  • Espirros;

  • Congestão nasal;

  • Coriza;

  • Coceira nos olhos;

  • Falta de ar;

  • Tosse;

  • Dores de cabeça.

3. Alergia medicamentosa

Alergia medicamentosa pode ser causada por diferentes componentes de um medicamento (Imagem: Leungchopan/Envato)
Alergia medicamentosa pode ser causada por diferentes componentes de um medicamento (Imagem: Leungchopan/Envato)

Na alergia medicamentosa, o paciente reage, de forma alérgica, a algum componente de um remédio, como se fosse um agente infeccioso. Basicamente, qualquer composto pode ser alergênico, como um ingrediente do Ácido acetilsalicílico. Inclusive, o tópico foi bastante estudado com as vacinas da covid-19.

Aqui, um dos problemas é o fato de a pessoa não saber contra qual composto ela tem alergia e, por isso, não informa corretamente os profissionais de saúde sobre os riscos em usar determinado medicamento.

Os sintomas dessa condição podem variar de moderados — como náuseas e vômitos — até casos graves de anafilaxia — o que pode levar o paciente a ser internado e, em último caso, pode levar à morte.

4. Alergia cutânea

Alergia cutânea pode provocar vermelhidão, descamação ou ainda coceira (Imagem: Twenty20photos/Envato)
Alergia cutânea pode provocar vermelhidão, descamação ou ainda coceira (Imagem: Twenty20photos/Envato)

A alergia cutânea é chamada popularmente de alergia de pele e tem como origem diferentes causas, como mudanças de temperatura, banhos quentes e o contato da pele com determinados tipos de tecido. De forma geral, os pacientes relatam:

  • Sensibilidade no local de contato;

  • Vermelhidão;

  • Ressecamento;

  • Descamação;

  • Coceira.

5. Alergia a picada de insetos

Picadas de alguns insetos, como da formiga, podem causar intensas reações alérgicas em algumas pessoas (Imagem: Erik Karits/Pixabay)
Picadas de alguns insetos, como da formiga, podem causar intensas reações alérgicas em algumas pessoas (Imagem: Erik Karits/Pixabay)

O último tipo de alergia mais comum é aquela causada por picadas de insetos. Nesses casos, os pacientes podem apresentar inchaço desproporcional no local, vermelhidão, coceira e até Inchaço do rosto e da boca.

Entre os insetos que mais causam alergias, estão:

  • Formigas;

  • Carrapatos;

  • Pulgas;

  • Abelhas;

  • Pernilongos;

  • Mosquitos borrachudos.

Tem tratamento para evitar alergias?

É importante destacar que a gravidade das alergias varia de pessoa para pessoa. “Embora a maioria das alergias não possa ser curada, os tratamentos podem ajudar a aliviar os sintomas da alergia”, afirma a Mayo Clinic.

Em caso de sintomas graves, como falta de ar, alterações no sistema cardiovascular ou fechamento da glote, é indicado que o paciente busque imediatamente atendimento médico especializado.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: