Mercado fechará em 4 h 32 min
  • BOVESPA

    119.284,41
    -361,99 (-0,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.125,71
    -369,70 (-0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,03
    -0,28 (-0,53%)
     
  • OURO

    1.864,30
    -2,20 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    31.835,07
    -1.667,03 (-4,98%)
     
  • CMC Crypto 200

    633,74
    -66,87 (-9,54%)
     
  • S&P500

    3.851,85
    +52,94 (+1,39%)
     
  • DOW JONES

    31.188,38
    +257,86 (+0,83%)
     
  • FTSE

    6.750,65
    +10,26 (+0,15%)
     
  • HANG SENG

    29.927,76
    -34,71 (-0,12%)
     
  • NIKKEI

    28.756,86
    +233,60 (+0,82%)
     
  • NASDAQ

    13.335,00
    +40,75 (+0,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4321
    +0,0241 (+0,38%)
     

Quais celulares antigos foram mais marcantes?

Redação
·3 minuto de leitura

Engraçado pensar que já faz mais de 13 anos que o primeiro iPhone foi lançado, não? E ver que, de lá para cá, basicamente tudo mudou na telefonia móvel. Fazendo uma "sessão nostalgia", que tal lembrar de alguns celulares que viraram febre no início dos anos 2000, antes dos smartphones? Você já teve algum deles?

Nokia 3310

(Imagem: Divulgação)
(Imagem: Divulgação)

O famoso "tijolão" da Nokia, chamado por aí de celular indestrutível e cuja bateria durava uma eternidade, é com certeza um dos principais celulares que permanecem na lembrança popular — até porque foi usado por muita gente.

Lançado originalmente em 2000, ele podia enviar e receber mensagens e figuras, tinha tecla de atalho, discagem rápida, jogos como o Snake (o "jogo da cobrinha"), discagem por voz e até proteção de tela e papel de parede. Isso fez com que esse aparelho se tornasse um dos mais usados naquela época — o sucesso foi tanto que a Nokia decidiu relançar o 3310 em 2017.

Motorola RAZR V3

(Imagem: Divulgação)
(Imagem: Divulgação)

Quem nunca quis ter um V3? Esses flip-phones (celulares do tipo flip, que tinham uma tampa dobrável) eram verdadeiros objetos de desejo naquela época.

O V3 foi lançado em 2003 e vendeu 130 milhões de unidades, e esse celular revolucionou o mercado em matéria de design, por sinal. Suas especificações eram: tela LCD de 176×220 pixels, os ringtones eram em MP3, ele tinha armazenamento de até 7 MB disponível para o usuário, além de contar com câmera digital VGA, Bluetooth e pesava só 99g.

A Motorola também decidiu reviver o sucesso do RAZR V3 e, em 2019, lançou um aparelho com tela dobrável chamado apenas RAZR, cujo design lembra o icônico V3 — só que mais moderno, claro.

LG Chocolight MG280

(Imagem: Divulgação)
(Imagem: Divulgação)

Esse celular também fez o maior sucesso! O LG Chocolight MG280 foi lançado em junho de 2007. Ele era desses celulares com teclado deslizável e, além do design bastante moderno para a época, ele vinha em várias cores e já tinha tela sensível ao toque. Ainda, você podia cadastrar até mil contatos, já que ele tinha 8 MB de memória interna.

BlackBerry 8700

(Imagem: Reprodução/Stuff)
(Imagem: Reprodução/Stuff)

BlackBerry foi uma marca que deixava todo mundo de queixo caído. Era chique, corporativo e bonito, e o 8700 foi o primeiro smartphone da marca com conectividade EDGE (2G), além de ter memória interna de 64 MB — dava até para salvar umas 10 músicas nele!

Sony Ericsson W200

(Imagem: Divulgação)
(Imagem: Divulgação)

Até parece ser mais antigo, mas o Sony Ericsson W200 é de 2008! Ele chamava atenção pela cor de laranja no design e pelo botão inicial, e era voltado para o público jovem que queria um celular que também pudesse ser usado como um walkman — o celular tinha incríveis 27 MB disponíveis para salvar músicas, o que era bastante espaço, para a época. O W200 ainda tinha câmera VGA e rádio FM, mas não tinha Bluetooth. Mesmo assim, foi um dos celulares mais vendidos da sua categoria.

Você teve algum celular desses? Qual era o seu sonho de consumo dos celulares antigos? Conte-nos no campo de comentários abaixo!

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: