Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.716,00
    -2.354,48 (-2,06%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.395,94
    -928,98 (-2,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,43
    -4,06 (-4,86%)
     
  • OURO

    1.651,70
    -29,40 (-1,75%)
     
  • BTC-USD

    19.047,69
    -56,46 (-0,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    434,61
    -9,92 (-2,23%)
     
  • S&P500

    3.693,23
    -64,76 (-1,72%)
     
  • DOW JONES

    29.590,41
    -486,27 (-1,62%)
     
  • FTSE

    7.018,60
    -140,92 (-1,97%)
     
  • HANG SENG

    17.933,27
    -214,68 (-1,18%)
     
  • NIKKEI

    27.153,83
    -159,30 (-0,58%)
     
  • NASDAQ

    11.388,00
    -177,50 (-1,53%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0976
    +0,0649 (+1,29%)
     

Quadro de Frida Kahlo é vendido por R$ 193 milhões e bate recorde

·1 min de leitura
Segundo os especialistas em arte, Frida representou Diego Rivera, seu marido, como um terceiro olho, simbolizando o quanto ele atormentava seus pensamentos <p>(AFP / ANGELA WEISS)</p>
Segundo os especialistas em arte, Frida representou Diego Rivera, seu marido, como um terceiro olho, simbolizando o quanto ele atormentava seus pensamentos

(AFP / ANGELA WEISS)

  • Obra "Diego y yo", de Frida Kahlo, é vendida por R$ 193 milhões

  • Valor é o maior já pago por uma obra de uma artista latino-americana

  • A última vez que o quadro foi vendido foi em 1990, por R$ 7,41 milhões

O autorretrato “Diego y yo”, da artista mexicana Frida Kahlo, foi arrematado por R$ 193 milhões (US$ 34,9 milhões) em leilão promovido pela Sotheby’s nesta terça-feira (16). O valor é o maior já pago por uma obra de uma artista latino-americana.

"Esta é uma das obras mais importantes de Kahlo que já foi leiloada e estamos empolgados que tenha sido na Sotheby's", disse Oliver Barker, leiloeiro e diretor sênior da Sotheby's, conforme divulgado pela Exame.

A pintura superou as expectativas da casa de leilões, já que estava avaliada em de R$ 158,76 milhões. A última vez que havia sido vendida foi em 1990, por R$ 7,41 milhões.

A obra

Ícone do movimento feminista e considerada uma mulher à frente de seu tempo, Frida teve uma história de amor intensa e conturbada com o marido, Diego Rivera. Na emblemática obra “Diego y yo”, ela faz um autorretrato e posiciona o rosto dele em sua testa. De seus olhos, caem algumas lágrimas.

Segundo os especialistas em arte, Frida o representou como um terceiro olho, simbolizando o quanto ele atormentava seus pensamentos. Na época, Diego estava próximo da atriz Maria Felix, por quem se apaixonou.

Antes de “Diego y yo”, o maior valor pago por uma obra de Frida havia sido de R$ 42 milhões.