Mercado abrirá em 7 h 20 min
  • BOVESPA

    109.114,16
    -2.601,84 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.808,56
    -587,38 (-1,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    77,48
    +0,77 (+1,00%)
     
  • OURO

    1.639,20
    +5,80 (+0,36%)
     
  • BTC-USD

    20.037,48
    +1.249,81 (+6,65%)
     
  • CMC Crypto 200

    458,41
    +25,31 (+5,84%)
     
  • S&P500

    3.655,04
    -38,19 (-1,03%)
     
  • DOW JONES

    29.260,81
    -329,60 (-1,11%)
     
  • FTSE

    7.020,95
    +2,35 (+0,03%)
     
  • HANG SENG

    17.709,10
    -146,04 (-0,82%)
     
  • NIKKEI

    26.541,49
    +109,94 (+0,42%)
     
  • NASDAQ

    11.398,50
    +82,25 (+0,73%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1954
    +0,0160 (+0,31%)
     

Quadro de Churchill que decorou iate dos Onassis é vendido por US $ 1,8 milhão

·1 min de leitura
Jean-Paul Engelen, vice-presidente da casa de leilões Phillips, diante da pintura de Winston Churchill "The Moat, Breccles" em 18 de junho de 2021

Uma pintura de Winston Churchill, dada pelo ex-primeiro-ministro britânico a seu amigo grego Aristóteles Onassis, foi vendida por US$ 1,84 milhão em um leilão organizado pela casa Phillips nesta quarta-feira (23) em Nova York.

A pintura a óleo, intitulada "The Moat, Breccles", pintada por Churchill em 1921, havia sido avaliada pela Phillips entre US$ 1,5 milhão e US$ 2 milhões, longe dos US$ 11,6 milhões esperados para outra pintura do mesmo autor, vendida por Angelina Jolie na Christie's em março passado.

Churchill manteve esta paisagem por 40 anos antes de oferecê-la em 1961 - quatro anos antes de sua morte - a seu amigo e playboy Onassis, explicou Jean-Paul Engelen, vice-presidente da Phillips, à AFP antes da venda.

O bilionário grego colocou a obra em um lugar de honra, no bar de seu iate -o Ari's Bar-, ao lado de obras de Vermeer, Gauguin, El Greco e Pissarro.

O luxuoso iate, o "Christina" - nome da filha de Onassis - havia sido anteriormente uma fragata da Marinha canadense, com quase 100 metros de comprimento, que participou do desembarque na Normandia. Onassis o comprou após a guerra por 34.000 dólares e o restaurou com todos os luxos, gastando cerca de 4 milhões de dólares.

Com a morte de Onassis em 1975 - sete anos após seu casamento com Jackie Kennedy - o iate foi vendido e tudo a bordo foi armazenado, até que seus herdeiros decidiram recentemente vender a pintura.

Para melhor seduzir os fãs dessa mistura entre história e estrelas, a casa de leilões Phillips montou uma réplica - em seus showrooms em Nova York - do "Ari's Bar" e encheu as prateleiras com garrafas de champanhe Pol Roger, as preferidas de Churchill.

cat-tu/cjc/lda/gm/am