Mercado abrirá em 3 h 42 min
  • BOVESPA

    128.427,98
    -339,48 (-0,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.170,78
    +40,90 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,43
    +0,35 (+0,48%)
     
  • OURO

    1.780,60
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    33.314,01
    -697,75 (-2,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    805,02
    -5,17 (-0,64%)
     
  • S&P500

    4.241,84
    -4,60 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    33.874,24
    -71,34 (-0,21%)
     
  • FTSE

    7.089,46
    +15,40 (+0,22%)
     
  • HANG SENG

    28.882,46
    +65,39 (+0,23%)
     
  • NIKKEI

    28.875,23
    +0,34 (+0,00%)
     
  • NASDAQ

    14.346,25
    +83,25 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9329
    +0,0044 (+0,07%)
     

Quadro de Basquiat é vendido por US$ 93,1 milhões

·1 minuto de leitura
O quadro "In This Case" de Jean-Michel Basquiat

O quadro "In This Case", de Jean-Michel Basquiat, foi vendido por US$ 93,1 milhões nesta terça-feira (11) em um leilão organizado pela Christie's em Nova York, tornando-se a segunda obra mais cara já vendida do pintor americano.

Esta tela de 1,98 m x 1,87 m, pintada em 1983 e que mostra uma caveira em um fundo vermelho, foi arrebatada por US$ 81 milhões, um valor que chegou a US$ 93,1 com o acréscimo de taxas e comissões. O preço final excede em muito a estimativa de US$ 50 milhões estabelecida pela Christie's.

Outra caveira, chamada de "Untitled" (Sem título), de inspiração semelhante, é a obra que detém o recorde de preço de um Basquiat (1960-1988), vendida por US$ 110,5 milhões em maio de 2017 na Sotheby's em Nova York.

"In This Case" aborda dois temas dominantes na obra de Basquiat, a anatomia e a representação de personagens afro-americanos.

Um sinal da mudança de status do artista - que hoje pertence ao panteão da pintura - essa mesma obra foi vendida em novembro de 2002 por apenas US$ 999.500, pouco mais de um centésimo do preço pago nesta terça-feira, menos de vinte anos depois.

"In This Case", de propriedade de um colecionador particular que permaneceu anônimo desde 2007, foi exibida publicamente pela última vez durante a exposição organizada na Fundação Louis Vuitton em Paris em 2018/19.

Com exceção de Basquiat, os pintores afro-americanos foram subestimados por colecionadores e sub-representados em museus por um longo tempo.

Nos últimos anos, o mercado iniciou um processo de reavaliação de muitos deles. Nesta terça-feira, a Christie's apresentou vários artistas negros por ocasião de sua grande venda de primavera.

tu/dax/rs/dga/am

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos