Mercado abrirá em 3 h 51 min
  • BOVESPA

    108.376,35
    -737,80 (-0,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.006,11
    +197,55 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,10
    -0,40 (-0,51%)
     
  • OURO

    1.627,40
    -8,80 (-0,54%)
     
  • BTC-USD

    18.731,08
    -1.421,42 (-7,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    428,60
    -30,54 (-6,65%)
     
  • S&P500

    3.647,29
    -7,75 (-0,21%)
     
  • DOW JONES

    29.134,99
    -125,82 (-0,43%)
     
  • FTSE

    6.892,73
    -91,86 (-1,32%)
     
  • HANG SENG

    17.250,88
    -609,43 (-3,41%)
     
  • NIKKEI

    26.173,98
    -397,89 (-1,50%)
     
  • NASDAQ

    11.216,75
    -117,00 (-1,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1186
    -0,0413 (-0,80%)
     

Quadrilha do Pix usava fotos de menina de 13 anos em app para atrair vítimas

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em aplicar golpes pelo sistema Pix foram presos em flagrante na região de Pirituba, zona norte de São Paulo, na madrugada desta terça-feira (9).

Segundo a polícia, o grupo marcava encontros falsos em um aplicativo de relacionamentos usando a foto de uma menina de 13 anos para atrair as vítimas.

Cinco homens e uma mulher foram detidos sob suspeita de manter dois homens em cárcere privado por mais de 24 horas em uma casa no bairro Jardim Rincão. A garota menor de idade cujas fotos seriam utilizadas para aplicar o golpe foi apreendida. A informação, publicada primeiramente pelo site G1, foi confirmada pela reportagem.

As vítimas não se conheciam e foram levadas ao local de maneiras diferentes. Uma delas disse ter caído no golpe após marcar o encontro falso, acreditando que as fotos usadas no aplicativo eram de uma pessoa maior de idade. Após ser libertado pelos criminosos, ele procurou a polícia para fazer a queixa e informou o local do cativeiro.

Chegando lá, os policiais militares encontraram o outro rapaz e o resgatou. Ele contou ter sido abordado pelos criminosos quando passava de carro pela região e foi levado para a mesma residência.

Durante o período em que estiveram lá, as duas vítimas foram agredidas e tiveram o dinheiro de suas contas bancárias desviado, através das transferências por Pix.

Os adultos suspeitos foram levados para o 33ª DP (Distrito Policial), na Vila Mangalot, que investiga o caso.