Mercado abrirá em 8 h 5 min
  • BOVESPA

    106.924,18
    +1.236,18 (+1,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.579,90
    +270,60 (+0,55%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,31
    -2,18 (-1,97%)
     
  • OURO

    1.806,20
    -2,00 (-0,11%)
     
  • BTC-USD

    30.384,13
    +766,72 (+2,59%)
     
  • CMC Crypto 200

    682,19
    +1,08 (+0,16%)
     
  • S&P500

    4.023,89
    +93,81 (+2,39%)
     
  • DOW JONES

    32.196,66
    +466,36 (+1,47%)
     
  • FTSE

    7.418,15
    +184,81 (+2,55%)
     
  • HANG SENG

    19.825,12
    -73,65 (-0,37%)
     
  • NIKKEI

    26.588,05
    +160,40 (+0,61%)
     
  • NASDAQ

    12.309,25
    -73,50 (-0,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2522
    -0,0069 (-0,13%)
     

Putin diz que Ocidente está provocando crise econômica global

Presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante reunião em Moscou

(Reuters) - O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta quinta-feira que o Ocidente desencadeou uma crise econômica global e uma onda de inflação ao impor à Rússia as sanções mais severas da história recente pelo conflito na Ucrânia.

A ordem de Putin em 24 de fevereiro de uma "operação militar especial" na Ucrânia levou os Estados Unidos e seus aliados a imporem sanções abrangentes à Rússia e à elite russa, medidas que o chefe do Kremlin considera uma declaração de guerra econômica.

As sanções do Ocidente, disse Putin, estão fomentando uma crise global que afeta a União Europeia e provoca fome em alguns dos países mais pobres do mundo.

"A culpa por isso é inteiramente das elites dos países ocidentais que estão prontas para sacrificar o resto do mundo para manter seu domínio global", afirmou Putin em uma reunião do governo televisionada sobre economia.

Ainda assim, disse Putin, a Rússia está lidando com a pressão.

"A Rússia está lidando de forma confiante com os desafios externos, graças tanto às políticas macroeconômicas responsáveis ​​dos últimos anos quanto às decisões sistêmicas para fortalecer a soberania econômica, tecnológica e a segurança alimentar", declarou.

A tentativa do Ocidente de isolar economicamente a Rússia --um dos maiores produtores mundiais de recursos naturais-- tem impulsionado a economia global para águas desconhecidas com preços crescentes de alimentos e energia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos