Mercado fechará em 6 horas 1 minuto
  • BOVESPA

    98.368,80
    -1.252,78 (-1,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.597,45
    -464,16 (-0,97%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,20
    -1,58 (-1,44%)
     
  • OURO

    1.817,90
    +0,40 (+0,02%)
     
  • BTC-USD

    18.897,87
    -1.183,00 (-5,89%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,59
    -26,88 (-6,23%)
     
  • S&P500

    3.749,82
    -69,01 (-1,81%)
     
  • DOW JONES

    30.476,87
    -552,44 (-1,78%)
     
  • FTSE

    7.132,37
    -179,95 (-2,46%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    26.393,04
    -411,56 (-1,54%)
     
  • NASDAQ

    11.453,25
    -237,75 (-2,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4683
    +0,0577 (+1,07%)
     

Putin diz que exportação de cereais da Ucrânia 'não é um problema'

A exportação de cereais da Ucrânia "não é um problema", afirmou nesta sexta-feira (3) o presidente russo Vladimir Putin, quando a ofensiva russa nesse país faz temer uma crise alimentar mundial.

"Não há problema algum em exportar cereais da Ucrânia", disse em entrevista televisiva, referindo-se a várias formas de exportar os grãos através de portos ucranianos, outros sob controle russo ou via Europa central.

O presidente russo afirmou que os ocidentais estavam "blefando" ao acusarem a Rússia de impedir as exportações de grãos da Ucrânia.

Putin mencionou a possibilidade de exportar através dos portos ucranianos de Mariupol e Berdiansk, situados no mar de Azov, que dá acesso ao mar Negro, e conquistados pela Rússia durante sua ofensiva.

Também falou de exportar através dos portos do mar Negro que ainda estão sob controle ucraniano, especialmente Odessa. Para isso, voltou a exigir que as águas desses portos sejam "desminadas" pela Ucrânia, assegurando que em troca a Rússia permitiria a passagem segura dos navios.

Outras rotas possíveis, segundo Putin, são o transporte pelo Danubio "via Romênia", mas também "via Hungria" ou "via Polônia".

"Mas a forma mais simples, fácil e barata seria a exportação pelo território de Belarus, de onde podemos ir aos portos do Báltico, depois ao mar Báltico e depois a qualquer parte do mundo", continuou Putin.

Segundo o presidente russo, a exportação via Belarus estará, porém, condicionada a um "levantamento das sanções" ocidentais contra esse país, aliado da Rússia.

bur/fjb/mis/eg/aa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos