Mercado fechado

Público reclama de censura ao funk no 'Domingão'

Foto: Reprodução/Globo

Os internautas não gostaram da versão censurada da música ‘Não Sou Obrigada’, da funkeira Pocah, apresentada no quadro ‘Ding Dong’ do ‘Domingão do Faustão’ deste domingo (2).

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Nas redes sociais, o público reclamou quando percebeu que o refrão “ninguém manda nessa 'raba'" virou “ninguém manda nessa ‘gata’” por causa do horário. Para muitos, “coisas piores” já foram faladas no programa do Faustão.

Leia também:

Mesmo com as reclamações da web, Pocah parecia bem satisfeita com sua participação no dominical. Após a performance, a funkeira contou que há nove anos já sonhava com o dia em que pisaria no palco da atração da Globo.

“Sempre sonhei em estar aqui. Passou um filme na minha cabeça de tudo que vivi quando cheguei. Estou realizando um sonho hoje”, celebrou a musa, que ao ser questionada por Faustão revelou que sofreu muito preconceito no início da carreira.

“Diziam que eu não estava dentro do padrão de funkeira, que eu não servia para aquilo. Fui lá e provei que não precisava disso. Sempre fui magrinha e na época era o auge das mulheres frutas. Falavam ‘nossa, essa é aquela que canta aquela música’. Sofri esse preconceito de padrão”, revelou ela.

Faustão quis saber se a cantora acredita que as dificuldades diminuíram após a ascensão do feminismo. Pocah afirmou que o Brasil já evoluiu muito. “Hoje vejo muitas mulheres se destacando no funk, pop, sertanejo. É lutar pelo nosso direito de ir e vir. A gente só quer isso. A gente quer o nosso espaço”, declarou.