Mercado abrirá em 8 h 55 min

PT acionará Bruno Covas na Justiça por divulgar informação errada sobre gestão Haddad

·1 minuto de leitura
Bruno Covas, (PSDB) Mayor of São Paulo, during a press conference on measures to combat the Coronavirus, (COVID-19) on Sept. 18, 2020 at the Palácio dos Bandeirantes in Sao Paulo, Brazil. During the press conference, Governor João Doria confirmed that the plan for optional resumption of staggered face-to-face classes is maintained for October 7 for high school students and Youth and Adult Education (EJA) of the state network. (Photo: Roberto Casimiro/Fotoarena/Sipa USA)(Sipa via AP Images)
PT alega que Bruno Covas divulgou informações falsas sobre última gestão do PT em São Paulo (Foto: Roberto Casimiro/Fotoarena/Sipa USA via AP Images)

Jilmar Tatto, candidato do PT à prefeitura de São Paulo, vai entrar na Justiça contra o prefeito da capital paulista, Bruno Covas (PSDB). Ao site BR Político, o petista justificou que Covas divulgou informações falsas sobre a gestão de Fernando Haddad, prefeito entre 2012 e 2016.

No primeiro debate entre candidatos, na TV Bandeirantes, Covas afirmou que a gestão petista deixou um rombo de R$ 7 bilhões. No entanto, segundo Tatto, o relatório do Tribunal de Contas do Município aponta que Haddad deixou R$ 5,3 bilhões em caixa.

“Fake news, mentiroso, o prefeito está mentindo para a população. As finanças do município de São Paulo, no término no governo nosso, ganhou prêmios internacionais, tanto é que a partir da renegociação da dívida e dinheiro deixado em caixa a prefeitura pôde buscar financiamentos. Então é totalmente o contrário”, disse Tatto ao BR Político.

Mais sobre Eleições 2020:

Candidaturas de mulheres para prefeituras cresceu 0,1% em relação à 2016

Pela primeira vez na história, eleições terão mais candidaturas pretas do que brancas

Veja a lista definitiva de todos ex-fichas sujas que podem voltar a concorrer

Candidatos pretos retém apenas 3,8% da verba de R$ 1,3 bi para o financiamento eleitoral

A pesquisa Ibope mais recente mostra que Celso Russomano (Republicanos) lidera a corrida eleitoral em São Paulo, com 26% das intenções de voto, enquanto Covas aparece em segundo lugar, com 21%. Boulos é o terceiro com 8%. Tatto tem 1% das intenções de voto.