Mercado abrirá em 1 h 18 min
  • BOVESPA

    109.068,55
    -1.120,02 (-1,02%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.725,96
    -294,69 (-0,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,41
    +0,40 (+0,56%)
     
  • OURO

    1.795,20
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    16.826,98
    +1,74 (+0,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    395,17
    -6,86 (-1,71%)
     
  • S&P500

    3.933,92
    -7,34 (-0,19%)
     
  • DOW JONES

    33.597,92
    +1,58 (+0,00%)
     
  • FTSE

    7.485,29
    -3,90 (-0,05%)
     
  • HANG SENG

    19.450,23
    +635,41 (+3,38%)
     
  • NIKKEI

    27.574,43
    -111,97 (-0,40%)
     
  • NASDAQ

    11.538,25
    +28,75 (+0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4745
    +0,0081 (+0,15%)
     

Psicóloga é demitida durante lua de mel e desabafa nas redes sociais

Eloize Bife postou nas redes sociais um desabafo sobre a demissão durante a Lua de Mel (Arquivo pessoal)
Eloize Bife postou nas redes sociais um desabafo sobre a demissão durante a Lua de Mel (Arquivo pessoal)
  • Psicóloga foi desligada de empresa durante o recesso nupcial

  • Comunicado sobre a demissão aconteceu através de uma ligação

  • Trabalhadora desabafou nas redes sociais sobre o ocorrido

Despedida de solteira, dia da noiva, cerimônia e uma festa com um buffet incrível. Esse é o roteiro sonhado por quase todas as pessoas que têm o desejo de se casar. Para quem faz parte da comunidade LGBTQIAP+, o momento ainda tem um peso ainda maior, uma vez que nem sempre é simples ter a união reconhecida e celebrada.

Foi na Lua de Mel, após viver cada etapa desse planejamento, que a psicóloga Eloize Bife (29) recebeu uma mensagem da gestora do local onde trabalhava. "Desculpa atrapalhar esse momento tão especial, mas preciso tratar um tema importante com vc. Me avise quando puder falar”, dizia a notificação que chegou no celular da ex-funcionária da Atento Brasil.

Assim que respondeu, veio o susto: a trabalhadora foi demitida durante o recesso nupcial. "Estava na empresa há 5 meses e a demissão ocorreu após a gestora enviar uma mensagem no WhatsApp dizendo que precisava falar comigo. Pouco tempo depois ela me ligou, informando meu desligamento".

Apesar de ter o vínculo renovado há pouco tempo, ela recebeu a justificativa de que os contratos temporários estavam sendo encerrados por cortes de custos.

"A decepção não foi a demissão em si, mas o momento em que ela ocorreu. Estávamos curtindo o momento na melhor praia, no melhor passeio, lutamos tanto por isso. Para a empresa não faria diferença um dia a mais, mas nas nossas vidas fez, porque aquele momento não se repetirá jamais", diz a psicóloga.

Algumas semanas após o ocorrido, Eloize postou um relato nas redes sociais. Na publicação, contou sobre como foi ter um momento tão importante interrompido através de uma mensagem que poderia ter sido enviada no momento de retorno ao trabalho.

"Estou há 2 meses digerindo como isso foi desrespeitoso e invasivo para uma data tão especial. Sempre que perguntam: 'Como foi a Lua de Mel?' a primeira lembrança que vem à cabeça é que metade desta viagem foi ofuscada por esta notícia nem um pouco empática", desabafou. "Vejo muitas postagens de recrutadores falando sobre a humanização no RH, e que bom seria se fosse a realidade".