Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.348,80
    -3.132,20 (-2,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.892,28
    -178,62 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,04
    -1,53 (-2,86%)
     
  • OURO

    1.827,70
    -23,70 (-1,28%)
     
  • BTC-USD

    36.447,86
    +91,25 (+0,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    701,93
    -33,21 (-4,52%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,24 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.735,71
    -66,25 (-0,97%)
     
  • HANG SENG

    28.573,86
    +76,96 (+0,27%)
     
  • NIKKEI

    28.519,18
    -179,12 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    12.759,00
    -142,00 (-1,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3926
    -0,0485 (-0,75%)
     

Prova de vida do INSS só será exigida em 2021

CLAYTON CASTELANI
·2 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO: Fachada do INSS na rua Xavier de Toledo, na região central de São Paulo. (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO: Fachada do INSS na rua Xavier de Toledo, na região central de São Paulo. (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O INSS não vai bloquear benefícios por falta de prova de vida até janeiro 2021 para os beneficiários que, em condições normais, precisariam ter realizado o recadastramento de senha entre março e novembro ou, ainda, fazer o procedimento em dezembro deste ano.

A prorrogação da liberação da exigência por mais duas competências (novembro e dezembro) deverá ser oficializada nesta segunda-feira (30), data em que estava prevista a retomada dos bloqueios.

A prova de vida do INSS deve ser feita anualmente, na rede bancária, pelo beneficiário que recebe por meio de conta-corrente, poupança ou cartão magnético. Neste ano, porém, devido à pandemia de Covid-19, a exigência está suspensa desde março.

O recadastramento não está proibido. O segurado que quiser ou, eventualmente, for ao banco, poderá fazer a comprovação de que está vivo, segundo o INSS e a Febraban (Federação Brasileira de Bancos).

A Febraban destaca que os bancos mantiveram o atendimento aos beneficiários interessados em renovar suas senhas.

Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, Itaú e Santander confirmaram que aposentados e pensionistas do INSS podem realizar o procedimento nas agências.

Alguns bancos orientam, porém, que há horário especial para atendimento a aposentados, pensionistas e pessoas do grupo de risco para a Covid.

Quem for a uma instituição bancária deve seguir os cuidados recomendados para evitar contágio do coronavírus. Pessoas do grupo de risco devem evitar sair de casa.

Cada banco determina a data da forma mais adequada à sua gestão: existem bancos que utilizam a data do aniversário do beneficiário, outros utilizam a data de aniversário do benefício, assim como há os que convocam o beneficiário na competência que antecede o vencimento da fé de vida.

Quando a exigência for retomada, quem não comprovar que está vivo tem a renda bloqueada. Veja aqui as regras para a comprovação de vida neste ano.

Será preciso comparecer à agência onde recebe o benefício e apresentar um documento de identificação (carteira de identidade, carteira de trabalho, carteira nacional de habilitação e outros), com foto, para provar que está vivo e ter o pagamento restabelecido.

Algumas instituições financeiras já utilizam a tecnologia de biometria nos terminais de autoatendimento.