Mercado abrirá em 1 h 58 min
  • BOVESPA

    99.621,58
    -969,83 (-0,96%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.061,61
    -373,84 (-0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,14
    -0,64 (-0,58%)
     
  • OURO

    1.810,70
    -6,80 (-0,37%)
     
  • BTC-USD

    19.060,02
    -1.034,38 (-5,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    407,74
    -31,92 (-7,26%)
     
  • S&P500

    3.818,83
    -2,72 (-0,07%)
     
  • DOW JONES

    31.029,31
    +82,32 (+0,27%)
     
  • FTSE

    7.167,67
    -144,65 (-1,98%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    26.393,04
    -411,56 (-1,54%)
     
  • NASDAQ

    11.489,00
    -202,00 (-1,73%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4138
    +0,0032 (+0,06%)
     

Prova de vida do INSS volta a ser obrigatória; veja quando e como fazer

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Se não for realizada, o pagamento do benefício poderá ser suspenso

  • INSS divulgou um calendário com datas de recadastramento para evitar aglomerações

  • Segundo o órgão, há cerca de 3,3 milhões de segurados que precisarão realizar a prova de vida

Atenção aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social): a prova de vida voltou a ser obrigatória para todos.

Suspenso desde março de 2020 devido à pandemia, o procedimento deverá ser realizado por todos beneficiários neste ano de 2022. Caso não seja feito, o pagamento do benefício poderá ser cancelado.

Segundo o INSS, são cerca de 3,3 milhões de segurados que devem realizar a atualização cadastral até abril deste ano.

Leia também:

Calendário de recadastramento

Para evitar aglomerações, o Instituto Nacional do Seguro Social estabeleceu um calendário baseado no mês de vencimento de sua última comprovação de vida

  • Janeiro: prova de vida vencida de novembro de 2020 a junho de 2021

  • Fevereiro: prova de vida vencida em julho e agosto de 2021

  • Março: prova de vida vencida em setembro e outubro de 2021

  • Abril: prova de vida vencida em novembro e dezembro de 2021

Bloqueio, suspensão e cancelamento do benefício

Caso o recadastramento não seja realizado, o aposentado não terá seu benefício cancelado de imediato. Em primeiro lugar haverá o bloqueio do benefício por dois meses, em que os valores serão pagos, mas não poderão ser sacados.

Após isso há a suspensão do benefício, onde os pagamentos são cessados, mas pode ser reativado somente com uma ida na agência bancária.

Após seis meses do prazo de realização da prova de vida, há o cancelamento do benefício. Neste caso, o beneficiário deverá ligar para o 135 e agendar o serviço de reativação. Há também a possibilidade de agendar o serviço através do aplicativo Meu INSS.

Como fazer a prova de vida

A prova de vida pode ser feita em qualquer agência do banco onde o beneficiário recebe o benefício, através dos caixas eletrônicos com o uso da biometria, ou então presencialmente no caixa.

A atualização cadastral também pode ser feita através do aplicativo Meu INSS. Neste caso, é necessário ter a biometria facial cadastrada no sistema do Detran ou do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Para cidadãos maiores de 80 anos e com dificuldade de locomoção, há a opção da realização da prova de vida a domicílio, para isso é necessário agendar através do número 135 ou do app Meu INSS.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos