Mercado fechado

Província no Canadá vai cobrar taxa de quem não quiser se vacinar contra covid

·2 min de leitura

No Canadá, a província de Quebec passará a cobrar uma taxa de saúde para os moradores que não quiserem ser vacinados contra a covid-19. Desde o começo da pandemia, a região registrou o maior número de mortes relacionadas à doença e, atualmente, enfrenta uma onda de casos da variante Ômicron (B.1.1.529).

Segundo as autoridades canadenses de saúde, apenas 12,8% dos residentes de Quebec não estão vacinados contra covid. No entanto, esse grupo representa quase um terço de todos os casos de internação em decorrência da infecção. Analisando apenas a taxa de ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), a porcentagem de pacientes que não-vacinados é de 45%.

Província canadense vai cobrar multa de quem optar por não se imunizar contra covid (Imagem: Reprodução/Photocreo/Envato Elements)
Província canadense vai cobrar multa de quem optar por não se imunizar contra covid (Imagem: Reprodução/Photocreo/Envato Elements)

Atualmente, os hospitais da cidade de Montreal — a maior cidade da província — estão chegando a 100% da capacidade de atendimento. Nesse cenário, as equipes começaram a limitar o atendimento de casos não relacionados à covid-19.

Taxas para os que não querem vacina

Em coletiva de imprensa, o primeiro-ministro da província, François Legault, afirmou que as pessoas que não receberam a primeira dose da vacina terão que pagar uma "contribuição" para somar nos recursos locais da saúde.

Por enquanto, o valor que será cobrado ainda não foi definido, mas será "significativo", segundo Legault. "Agora, [a taxa] é uma questão de justiça para 90% da população que fez alguns sacrifícios", pontuou. "Devemos a eles esse tipo de medida", completou o primeiro-ministro.

Na semana passada, o ministro da Saúde local, Christian Dubé, anunciou que somente pessoas imunizadas contra a covid-19 poderão comprar bebidas alcoólicas ou cannabis — o uso recreativo é autorizado em todo o país desde 2018. A medida deve entrar em vigor na próxima terça-feira (18).

Além da espécie de multa para os não-imunizados e a proibição de compra de algumas mercadorias, Quebec adotou toque de recolher das 22h às 5h para conter a nova onda da pandemia. A medida valerá para todos os dias da semana e deve ser suspensa quando a transmissão do vírus cair.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos