Mercado fechado

Protestos no DF contra e a favor do presidente Bolsonaro terminam sem incidentes

Valor, Com G1

Acesso a prédio do STF foi bloqueado com grades, e cavalaria impediu aproximação da Praça dos Três Poderes Grupos contra e a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fizeram protestos na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, hoje pela manhã. Cordão de isolamento, formado pela Polícia Militar do DF (PMDF), manteve os grupos separados. PMs acompanharam os deslocamentos, e atos terminaram por volta de 13h30, sem incidentes.

Manifestantes pró-Bolsonaro se concentraram no Museu Nacional da República. O grupo contrário ao presidente se encontrou no Teatro Nacional. Ambos caminharam em direção à Praça dos Três Poderes.

O grupo que apoia o presidente vestia camisetas verde e amarelo, além de carregar bandeiras do Brasil. Alguns não usavam máscaras de proteção contra o coronavírus, obrigatória em Brasília.

Outros levavam a máscara na altura do queixo.

Não houve multas pela falta do item de proteção. Cartazes com dizeres antidemocráticos, contra o Supremo Tribunal Federal (STF), contra o ministro Alexandre de Moraes e pedindo juízes "concursados e indicados pelo presidente" foram exibidos durante o ato.

O grupo contrário ao presidente, em sua maioria, vestia roupas pretas e usava máscara de proteção. Nos cartazes exibidos, era possível ler mensagens contra o racismo, contra a Polícia Militar e a favor do Sistema Único de Saúde (SUS).

Os manifestantes foram revistados pela PM e as bolsas, abertas. O acesso ao prédio do STF ficou bloqueado com grades, e a cavalaria se posicionou no gramado próximo ao Congresso Nacional para impedir que os grupos chegassem até a Praça dos Três Poderes.