Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.490,20
    -175,19 (-0,41%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Protótipo raro do iMac G3 mostra construção transparente e placa amarela

·2 minuto de leitura

O iMac G3 foi um dos grandes sucessos de venda da Apple no final do século passado. O computador foi lançado em 1998 e suas inovações incluíam display colorido, interface USB e um design futurístico e colorido que quebrava os padrões cinzentos da época. O YouTuber Krazy Ken, do canal Computer Clan, encontrou um protótipo raro desse dispositivo, com várias distinções em relação ao modelo final.

Design mais transparente

Logo de cara é possível notar diferenças visuais entre o protótipo e o modelo final. Enquanto a versão para o público apresenta uma carcaça translúcida, o anterior ao lançamento é transparente, permitindo a aparição mais clara dos componentes internos. Essa é uma tendência comum a protótipos de vários computadores da marca, provavelmente associada com a redução de custos de fabricação.

O protótipo (à direita) é mais brilhante que o modelo final (Imagem: YouTube/Computer Clan)
O protótipo (à direita) é mais brilhante que o modelo final (Imagem: YouTube/Computer Clan)

No geral, o protótipo possui uma construção mais simples: por não ser um produto final, ele não precisou passar por testes de agências regulatórias e não possui certificações contra interferências magnéticas, por exemplo. Existem adesivos espalhados no dispositivo, alertando que o computador ainda não está pronto para a venda em massa e "não será vendido até a aprovação da Comissão Federal de Comunicações" .

Além disso, outros adesivos referem-se a controles internos da Apple, como a certificação de que o computador estava em uma determinado estágio de testes. Uma curiosidade em relação a esse modelo é que ele tinha um sensor infravermelho em suas primeiras versões para o público em 1998, mas foi retirado um ano depois.

Outro detalhe interessante é que o protótipo foi montado na Coreia do Sul, onde eram produzidas as carcaças coloridas do computador. O modelo disponível para o público já era montado nos Estados Unidos. Naturalmente, essa versão anterior ao início das vendas não possui um número de série, e o espaço em que ele ficaria localizado está em branco.

Parte interna: destaque para construção em amarelo

Alguns componentes internos estão faltando, e por conta disso o protótipo sequer liga (Imagem: YouTube/Computer Clan)
Alguns componentes internos estão faltando, e por conta disso o protótipo sequer liga (Imagem: YouTube/Computer Clan)

Não é incomum que placas internas de protótipos da Apple venham em cores diferentes do tradicional verde-escuro, e esse vem com uma coloração amarelada na placa lógica (que é similar a uma placa-mãe, especificamente em alguns produtos da Maçã). Inclusive, a placa amarela até aparece em comerciais antigos do produto, talvez em uma tentativa de impusionar a ideia de visual colorido do computador.

O protótipo não possui várias partes internas importantes, como por exemplo uma memória RAM. Naturalmente, o dispositivo não funciona, e está sem o botão power na parte frontal.

O vídeo completo pode ser conferido abaixo:

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos