Mercado abrirá em 9 h 4 min
  • BOVESPA

    113.583,01
    +300,34 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.598,53
    +492,82 (+0,96%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,14
    +0,69 (+0,91%)
     
  • OURO

    1.749,50
    -2,50 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    42.609,89
    -1.362,77 (-3,10%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.055,16
    -46,36 (-4,21%)
     
  • S&P500

    4.443,11
    -12,37 (-0,28%)
     
  • DOW JONES

    34.869,37
    +71,37 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.063,40
    +11,92 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    24.581,25
    +372,47 (+1,54%)
     
  • NIKKEI

    30.138,10
    -101,96 (-0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.168,75
    -26,00 (-0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2927
    -0,0141 (-0,22%)
     

Promoção de celular por R$ 0,99 gera aglomeração em Belém

·1 minuto de leitura
O celular em promoção era um smartphone Multilaser E Lite (Getty Image)
O celular em promoção era um smartphone Multilaser E Lite (Getty Image)
  • Clientes chegaram a passar a madrugada na porta do shopping para aproveitar a promoção

  • No entanto, as 100 senhas distribuídas pelo estabelecimento não foram suficientes para todos

  • Ação causou aglomeração de pessoas sem máscara na frente do shopping

O que você faria para comprar um celular por menos de R$1? Em Belém, no Pará, centenas de pessoas se aglomeraram em uma fila de um shopping para tentar comprar um smartphone Multilaser E Lite por apenas R$ 0,99. Em outras lojas, o preço médio do aparelho é de R$ 329.

Leia também:

O caso ganhou repercussão após um vídeo que circula pela internet mostrando uma grande aglomeração de pessoas sem máscara na porta do estabelecimento comercial. Vale lembrar que as medidas de distanciamento e de proteção individual continuam sendo recomendadas durante a pandemia.

De acordo com o site Roma News, foi necessário fechar as portas e acionar a polícia para conter a confusão. Um representante da Celularia, loja que realizou a promoção, contou que foram distribuídas 100 senhas às 9h30 da manhã da última terça-feira (31).

Os consumidores que chegaram na madrugada do dia anterior e não foram contemplados pela promoção se irritaram com o estabelecimento e fecharam a avenida em frente ao local como forma de protesto.

Em nota, a assessoria do shopping afirmou que tomou todas as medidas cabíveis a fim de melhorar e organizar o fluxo de clientes na porta e no interior do empreendimento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos