Mercado fechará em 2 h 56 min

Projeto sobre privatização da Copel é aprovado no legislativo do Paraná

Torres de transmissão de energia no Brasil

SÃO PAULO (Reuters) - A proposta do governo paranaense de privatizar a Copel, tornando-a uma companhia de capital disperso e sem acionista controlador, foi aprovada pela Assembleia Legislativa do Paraná nesta quinta-feira, apenas três dias depois de o Estado revelar seus planos de se desfazer do controle da elétrica.

O projeto de lei 493/2022, que iniciou seu processo de votação na véspera, foi aprovado em segunda votação sobre o tema nesta quinta-feira por 35 votos favoráveis, contra 13 contrários.

Em sequência, foi realizada uma terceira votação, sobre a redação final do texto, com 38 votos favoráveis e 13 contrários.

O avanço representa uma vitória para os planos do governo paranaense, que revelou na segunda-feira sua intenção de se desfazer do controle da Copel em um modelo semelhante ao da Eletrobras, o que levou as ações da elétrica paranaense a dispararem.

Além da assembleia legislativa, o projeto sobre desestatização da Copel também precisa receber aval do Tribunal de Contas do Estado (TCE) do Paraná.

(Por Letícia Fucuchima)