Mercado fechado

Projeto para registro de recebíveis imobiliários será concluído até início de 2021, diz diretor do BC

·1 minuto de leitura
.
.

BRASÍLIA (Reuters) - O diretor de Regulação do Banco Central, Otavio Damaso, estimou nesta quinta-feira que o Block, sistema de registro e gravame de recebíveis imobiliários, deverá ter seu projeto concluído entre o final deste ano e o início do ano que vem.

Em participação em seminário promovido pela Abecip (Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança), ele afirmou que "a gente está bem próximo de botar o Block na rua".

Segundo Damaso, a maior transparência e robustez aos recebíveis imobiliários irá transformar o setor da construção civil e os financiamentos imobiliários no país.

Ele reconheceu que o BC tinha anteriormente a previsão de chegar com o Block em setembro e outubro, mas pontuou que a demora veio pela opção em aprimorá-lo. Agora, a perspectiva é de apresentar a proposta normativa do Block na diretoria do BC e, posteriormente, no Conselho Monetário Nacional (CMN) até o começo de 2021.

"É um projeto que a gente tinha dado um passo largo até a metade do ano. Ia numa direção e, nas conversas que a gente teve com os setores que estão participando da construção dele, a gente resolveu dar um passo atrás para fazer um aperfeiçoamento um pouco mais robusto", disse Damaso.

Em sua fala, o diretor do BC avaliou que a construção civil respondeu de forma satisfatória ao ano de crise e que deve ser um dos setores a guiar o crescimento econômico no segundo semestre e principalmente no próximo ano.

(Por Marcela Ayres)