Mercado abrirá em 1 h 29 min
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,51 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.126,51
    +442,96 (+0,99%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,14
    +0,37 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.852,50
    -2,70 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    32.339,98
    -944,84 (-2,84%)
     
  • CMC Crypto 200

    652,27
    +4,95 (+0,76%)
     
  • S&P500

    3.855,36
    +13,89 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    30.960,00
    -36,98 (-0,12%)
     
  • FTSE

    6.675,24
    +36,39 (+0,55%)
     
  • HANG SENG

    29.391,26
    -767,75 (-2,55%)
     
  • NIKKEI

    28.546,18
    -276,11 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    13.438,50
    -37,00 (-0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6920
    +0,0558 (+0,84%)
     

Projeto na Times Square atrai nova onda de investimento aos EUA

Natalie Wong, Shahien Nasiripour e Patrick Clark
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A Times Square não perdeu seu prestígio com os investidores estrangeiros.

O TSX Broadway, um projeto de uso misto de US$ 2,5 bilhões no coração de Manhattan, atraiu mais de US$ 100 milhões na semana passada de investidores estrangeiros que apóiam empreendimentos imobiliários em troca de vistos dos EUA, de acordo com uma pessoa familiarizada com o assunto.

Os desenvolvedores do projeto na 1568 Broadway, que inclui espaço para varejo, um hotel e um palco elevado para eventos ao vivo, modificaram os documentos de empréstimo com o Goldman Sachs para permitir um adicional de US$ 250 milhões nos chamados empréstimos EB-5.

“O projeto continua a suscitar entusiasmo dos investidores e estamos satisfeitos por ter a flexibilidade para levantar capital adicional e desenvolver uma propriedade ainda mais dinâmica e valiosa para todas as nossas partes interessadas,” disse David Orowitz, diretor administrativo da L&L Holding, uma das principais parceiras do projeto TSX, por e-mail.

A L&L não quis comentar sobre os detalhes das alterações do empréstimo. O Goldman preferiu não comentar.

Aposta em recuperação

O investimento em propriedades comerciais despencou em Manhattan, com o varejo, escritórios e hotéis atingidos por medidas de distanciamento social. A Times Square, em particular, foi atingida por pela pandemia que reduziu as viagens, mantendo em casa a enxurrada de turistas e funcionários de escritórios que normalmente inundam a área.

O TSX deve ser concluído em dois anos. A L&L Holding, junto com o parceiro Fortress Investment Group, estão promovendo o projeto como o “futuro da Times Square”, com mais de 600 quartos de hotel e o único palco externo permanente na área.

O Goldman Sachs forneceu empréstimo de US$ 1,1 bilhão para a construção em 2018. O Fundo de Imigração dos EUA, que agrupa os empréstimos EB-5 de investidores estrangeiros, já havia concedido um empréstimo intermediário de US$ 494 milhões para o projeto.

O programa ajuda investidores estrangeiros a conseguirem vistos em troca de apoio a projetos de criação de empregos. Foi um programa lento até a crise financeira, quando os incorporadores olharam para o exterior enquanto as fontes tradicionais de capital doméstico secavam.

O EB-5 foi criado para promover o investimento em áreas rurais, bem como em locais urbanos com alto desemprego. Mas distritos desregulados permitiram que o financiamento fluísse para negócios que nem sempre deram certo para os investidores estrangeiros, que podem esperar anos para ver o retorno de seu capital.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2020 Bloomberg L.P.