Mercado abrirá em 6 h 44 min
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,63 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,59 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    -0,47 (-0,65%)
     
  • OURO

    1.749,80
    -1,60 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    45.662,58
    -2.353,90 (-4,90%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.141,05
    -84,48 (-6,89%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,42 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.150,11
    -770,65 (-3,09%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.239,25
    -86,75 (-0,57%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1903
    -0,0091 (-0,15%)
     

Programa apoia candidatura de pretos, pardos e indígenas a cursos no exterior

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Com o objetivo de atrair brasileiros que querem estudar no exterior, a Fundação Lemann promove evento gratuito com representantes de universidades internacionais. E lança um programa de apoio à candidatura de pessoas pretas, pardas e indígenas em programas de mestrado profissional nessas instituições.

Realizada neste sábado (11), a partir das 9h, a segunda edição do Encontro Alcance contará com especialistas, ex-alunos e representantes de universidades como Columbia, Stanford, Harvard, MIT e Oxford. A iniciativa é uma parceria com Fundação Estudar, Fundação Behring, e ID_BR.

Bolsas de estudos, processo seletivo e preparação, além da oportunidade de os participantes conhecerem mais sobre as instituições, serão algumas das temáticas dos 13 painéis.

Na ocasião serão abertas as inscrições para o Programa Alcance, que busca promover equidade racial e econômica no acesso a programas de mestrado profissional.

Vinte candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas serão apoiados na preparação de suas candidaturas para pós-graduação nessas universidades.

“Ter um grupo diverso de pessoas muito preparadas e comprometidas com ajudar o Brasil a avançar é fundamental e investir em sua formação internacional ajudará a que isso se torne realidade”, afirma Denis Mizne, diretor-executivo da Fundação Lemann.

O suporte aos selecionados abrangerá taxas de inscrição, envio e tradução de documentos, materiais de estudo para testes de admissão, transporte e acomodação para a realização das provas, mentoria acadêmica e curso de inglês preparatório.

As inscrições para o programa vão até 27 de setembro pelo site alcance.fundacaolemann.org.br e a divulgação dos selecionados será em 27 de outubro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos