Profissionais da indústria criativa podem ganhar mais de R$ 11 mil

SÃO PAULO - Os profissionais da Indústria Criativa Brasileira, que atuam em áreas que exigem criatividade como parte principal de um processo produtivo, como Artes, Música, Publicidade, Design, Moda, Computação e Engenharia, têm remuneração quase três vezes maior do que a média nacional. É o que revela o Mapeamento da Indústria Criativa, realizado pelo Sistema Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro).

Entre os cargos criativos bem mais remunerados, os primeiros são Geólogo e Geofísico, que ganham em média R$ 11.385, quase sete vezes superior ao patamar nacional (R$ 1.733). Na segunda e terceira colocações estão, respectivamente, diretor de programas de televisão, com salário de R$ 10.753 por mês, e ator, com R$ 10.348.

Depois, surgem, entre o quarto e o décimo lugares, em ordem de colocação: biotecnologista, R$ 8.701,  diretor de redação, R$ 7.774, editor de revista, R$ 7.594, arquitetos e engenheiros, 7.524, engenheiros eletroeletrônicos e computação, R$ 7.431, autor roteirista, R$ 7.347, e pesquisadores em geral, com R$ 7.102.

Média salarial
Dos 14 segmentos criativos analisados pelo estudo, a média salarial é acima da média nacional em 11 casos. Apenas as áreas de Filme & Vídeo, R$ 1.661, Moda, R$ 1.193 e Expressões Culturais, com R$ 939, apresentam remunerações menores.

Pesquisa & Desenvolvimento está no topo da lista como o segmento de maior salário médio, R$ 8.885, seguido por Arquitetura & Engenharia, R$ 7.518, Software, Computação & Telecom, R$ 4.536, Publicidade, R$ 4.462, Biotecnologia, R$ 4.258, Mercado Editorial, R$ 3.324, Artes Cênicas, R$ 2.767, Design, R$ 2.363, Artes, R$ 2.195, Televisão & Rádio, R$ 2.015, e Música, com R$ 1.944.

Profissões
Entre as profissões mais presentes no setor, os arquitetos e engenheiros se destacam com mais de 229 mil empregados formais. Em seguida, com 50 mil profissionais, aparece o programador de sistemas de informação.

Carreiras no segmento de publicidade, como analista de negócios, analista de pesquisa e mercado, gerente de marketing e agente publicitário também estão entre as profissões mais numerosas do mercado. Completando o ranking, o designer gráfico, biólogo, gerente de pesquisa e desenvolvimento e designer de calçados sob medida também foram citados na pesquisa entre as profissões mais numerosas na área.

Carregando...