Mercado fechará em 58 mins
  • BOVESPA

    101.919,92
    +1.367,48 (+1,36%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.536,37
    -132,88 (-0,34%)
     
  • PETROLEO CRU

    40,60
    +0,57 (+1,42%)
     
  • OURO

    1.905,70
    -23,80 (-1,23%)
     
  • BTC-USD

    13.047,83
    +1.990,82 (+18,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    263,34
    +7,24 (+2,83%)
     
  • S&P500

    3.454,59
    +19,03 (+0,55%)
     
  • DOW JONES

    28.379,29
    +168,47 (+0,60%)
     
  • FTSE

    5.785,65
    +9,15 (+0,16%)
     
  • HANG SENG

    24.786,13
    +31,71 (+0,13%)
     
  • NIKKEI

    23.474,27
    -165,19 (-0,70%)
     
  • NASDAQ

    11.645,75
    -45,50 (-0,39%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5982
    -0,0518 (-0,78%)
     

Produtora de pelotas de ferro compra ativos da ArcelorMittal nos EUA

·1 minuto de leitura
.
.

(Reuters) - A Cleveland-Cliffs, maior produtora de pelotas de minério de ferro dos Estados Unidos, fechou acordo para comprar os ativos norte-americanos da ArcelorMittal por cerca de 1,4 bilhão de dólares em dinheiro e ações.

O acordo, anunciado pelas duas companhias nesta segunda-feira, vai tornar a Cleveland-Cliffs a maior produtora de aço plano da América do Norte e dará à ArcelorMittal até um quarto de participação nos negócios da Cleveland-Cliffs, permitindo à empresa premiar os acionistas com uma recompra de ações.

O negócio ocorre depois que a Cleveland-Cliffs comprou a produtora norte-americana de aço AK Steel por 3 bilhões de dólares em março.

A ArcelorMittal receberá 505 milhões de dólares em dinheiro e os dois terços restantes serão pagos na forma de ações. A parcela em ações dará à ArcelorMittal uma participação inicial de 16% na Cleveland-Cliffs, fatia que poderá ser ampliada para 25,5%.

O acordo ainda inclui 2 bilhões de dólares em encargos, incluindo os vinculados a planos de pensão, o que deixa o valor total da transação em 3,4 bilhões de dólares.

A ArcelorMittal afirmou que agora superou a meta de venda de 2 bilhões de dólares em ativos para reduzir dívida, o que permitirá uma recompra de ações de 500 milhões de dólares.

A ArcelorMittal disse que continuará a atender o mercado norte-americano por meio de operações no Canadá e no México, que juntas produziram 9 milhões de toneladas de aço no ano passado, e por meio de sua instalação de processamento de aço em Calvert, Alabama, uma joint-venture com a Nippon Steel.

(Por Rama Venkat em Bangalore, Índia, e Philip Blenkinsop em Bruxelas)