Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.220,83 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,61 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    43.853,91
    -3.292,65 (-6,98%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,63 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,99 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,29 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7633
    +0,0244 (+0,36%)
     

Produtora de games CD Projekt concentra esforços em resolver falhas de Cyberpunk 2077

·2 minuto de leitura

VARSÓVIA, Polônia (Reuters) - A produtora polonesa de videogames CD Projekt está se concentrando em melhorar Cyberpunk 2077 e restaurar a confiança dos jogadores e parceiros decepcionados com o título, disse o presidente da companhia, segundo o diário Puls Biznesu.

As ações da empresa, uma das mais importantes da Polônia, despencaram no final do ano passado em meio a reclamações de falhas no RPG que conta com imagens do astro de Hollywood Keanu Reeves.

A CD Projekt agora está avaliada em 29 bilhões de zlotys (7,78 bilhões de dólares) em comparação com cerca de 40 bilhões de zlotys antes do lançamento do jogo em dezembro.

A Sony retirou Cyberpunk 2077 da PlayStation Store depois de apenas uma semana do lançamento. Desde então, a empresa tem trabalhado em melhorias no título.

"O objetivo de longo prazo para nós é recuperar a confiança dos jogadores e de nossos parceiros de negócios", disse Adam Kicinski ao jornal. Ele acrescentando que a companhia pretende que o jogo seja disponibilizado na loja da Sony assim que possível.

Kicinski também disse que a CD Projekt está mantendo os planos de publicar sua estratégia no primeiro trimestre. "Temos ... discutido a direção para os próximos anos, levando em consideração a experiência das últimas semanas", afirmou.

O executivo disse que a CD Project "se defenderá ativamente" de quaisquer ações judiciais relacionadas a problemas com o jogo e indicou um escritório de advocacia para representar a empresa. A companhia disse em declarações que está enfrentando ações judiciais coletivas nos Estados Unidos.

Muitos dos problemas com o jogo foram relatados no PlayStation 4 mais antigo e no Xbox One.

Comentando sobre as razões das deficiências, Kicinski disse que adaptar Cyberpunk 2077 para os consoles da geração mais antiga foi um desafio maior do que o previsto.

"A pandemia de Covid-19 fez com que a maior parte da equipe trabalhasse remotamente, o que também não facilitou as coisas", disse ele.

(Por Agnieszka Barteczko)

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447753))

REUTERS AAJ