Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,91 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,62 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.753,90
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    48.630,91
    +907,88 (+1,90%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,62%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,44 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.530,00
    +12,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

Produtividade do milho safrinha deve cair até 30% após geadas, diz Conab

·1 minuto de leitura
Lavoura de milho em Lucas do Rio Verde (MT)

SÃO PAULO (Reuters) - A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) afirmou que as lavouras de milho segunda safra 2020/21 devem ter queda de até 30% na produtividade em função de problemas climáticos, como seca e geadas, de acordo com acompanhamento especial divulgado nesta sexta-feira.

Equipes da companhia estão em campo nos Estados mais atingidos, em propriedades rurais onde há uma provável mudança nas expectativas de produção das culturas de café, cana-de-açúcar e grãos, em especial o milho e o trigo, disse a estatal em análise com data de 20 de julho.

"Há registro de geada em Mato Grosso do Sul, São Paulo e Goiás, atingindo as lavouras de milho 2ª safra em enchimento de grãos e de trigo em floração, mas de forma pontual", informou, acrescentando que o problema também ocorreu no Paraná.

"Para o trigo há expectativa de impacto apenas no oeste (do Paraná)", acrescentou a análise.

Os casos mais extremos de perdas de produtividade de milho safrinha foram vistos em Mato Grosso do Sul, com queda de 30% ante a média histórica para os últimos cinco anos. No Paraná, a expectativa é que o rendimento tenha baixado 22%.

Já para Mato Grosso, onde as lavouras já estão em estágios finais de desenvolvimento e na colheita, a queda projetada pela Conab para a produtividade é de 1%. Em Goiás, este percentual chega a 20%.

O levantamento refere-se aos efeitos de geada ocorrida no fim de junho e, portanto, não considera os impactos mais recentes sobre o café registrados na última terça-feira.

(Por Nayara Figueiredo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos