Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    61.122,11
    +384,45 (+0,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Produção de petróleo do país cai 1,6% em agosto vs julho; Petrobras vê recuo de 1,9%

·1 minuto de leitura
Unidade da Petrobras em Paulínia

Por Marta Nogueira

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A produção de petróleo do Brasil recuou 1,6% em agosto ante julho, quanto o país teve o maior volume desde agosto de 2020, apontaram dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

No mês passado, o total produzido no país somou 2,997 milhões de barris por dia (bpd), também uma queda de 2,8% ante agosto do ano passado, quando somou 3,084 milhões de bpd.

A produção de gás em agosto, por sua vez, recuou 1,8% ante o recorde histórico atingido em julho e caiu 2,3% na comparação com um ano antes, para 136,594 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d).

Somando a produção de petróleo e gás, o Brasil produziu 3,856 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d), queda de 1,6% na comparação com julho e recuo de 1,7% versus agosto do ano passado.

A agência não informou imediatamente os motivos para o avanço da produção, após pedido de comentários.

A Petrobras, maior produtora do país, respondeu por 2,19 milhões de bpd de petróleo, queda de 4,9% ante agosto de 2020. Na comparação com julho, a estatal bombeou 1,9% menos.

A companhia produziu 98,237 milhões de m³/d de gás natural, recuo de 3,7 na comparação com o mesmo mês do ano passado. Ante julho, a queda foi de 2,1%.

Já a produção da anglo-holandesa Shell, segunda maior produtora do Brasil e importante sócia da Petrobras no pré-sal, somou 369.507 bpd de petróleo em agosto, queda de 2% ante um ano antes, e 15,358 milhões de m³/d de gás natural, recuo de 1,2% na mesma comparação.

(Por Marta Nogueira)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos