Produção mundial de aço sobe 1,3% em outubro

A produção mundial de aço subiu 1,3% em outubro, em bases anuais, para 126 milhões de toneladas, impulsionada pelo crescimento da produção na maioria das regiões, incluindo a China, o que ajudou a compensar a queda da produção na União Europeia e nos Estados Unidos, de acordo com dados da Associação Mundial de Aço (Worldsteel). A produção do Brasil subiu 7,7%, para 3,2 milhões de toneladas.

A produção de aço na China, o maior produtor do mundo, subiu 6% em outubro, em bases anuais, para 59,1 milhões de toneladas em outubro. Enquanto isso, a produção de aço asiática aumentou apenas 2,8%, para 81,7 milhões de toneladas, afetada por uma queda da produção no Japão e na Coreia do Sul, embora a produção da Índia tenha avançado 5,7% em outubro, em bases anuais.

A Worldsteel, cujos membros representam 85% da produção de aço mundial, compila os dados com 62 países.

A produção de aço da União Europeia recuou 6,2% em outubro, em relação ao mesmo período do ano passado, para 14,22 milhões de toneladas em outubro, à medida que a produção da Espanha, Itália e França recuou 15,6%, 10,4% e 7,2%, respectivamente. A produção de aço da Alemanha aumentou 0,3%.

Na América do Norte, a produção de aço recuou 1,4% em bases anuais, para 9,76 milhões de toneladas em outubro, conduzida pela queda de 3,3% na produção dos EUA, para 6,92 milhões de toneladas, que ofuscou os aumentos registrados na produção do México e do Canadá.

A produção de aço na América do Sul aumentou 4,7% em outubro, para 4,18 milhões de toneladas.

A produção da Comunidade dos Estados Independentes subiu 4,4%, para 9,9 milhões de toneladas, puxada pela alta de 12% na produção da Rússia, que compensou o declínio de 8,5% na produção da Ucrânia.

A capacidade de produção de aço mundial totalizou 76,5% em outubro, ante 77,7% em setembro. Em relação a outubro de 2011, a leitura representou uma queda de 1,4 ponto porcentual. As informações são da Dow Jones.

Carregando...