Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    33.768,63
    +1.403,13 (+4,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Produção de minério de ferro da Vale sobe 12% no 2º tri com demanda chinesa

Vista da mina de Carajás, da Vale, no Pará

Por Marta Nogueira

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Vale produziu 75,7 milhões de toneladas de minério de ferro no segundo trimestre, alta de 12% ante o mesmo período do ano anterior, avançando em seu plano de retomada e estabilização operacional, informou a mineradora nesta segunda-feira, mantendo ainda sua meta de extração para o ano.

Do lado de metais básicos, no entanto, a Vale informou que irá revisar suas metas de produção para o ano, diante de incertezas relacionadas a greves no Canadá e processo de segurança e manutenção em Sossego e Salobo.

As vendas de minério de ferro subiram 23,1%, com a forte demanda chinesa para a produção de aço, que registrou níveis recorde neste ano. A mineradora também permaneceu com um prêmio de mais de 8 dólares por tonelada pelo produto.

"Considerando o plano de lavra de minério de ferro e a implementação de novas iniciativas, a Vale alcançou uma capacidade de produção de 330 milhões de toneladas por ano, principalmente devido Serra Leste ter alcançado sua capacidade total", afirmou a empresa, em seu relatório de produção.

Segundo a Vale, o avanço da capacidade de produção poderá permitir uma produção média de 1 milhão de toneladas por dia no segundo semestre, devido à sazonalidade favorável das condições climáticas do período.

Na comparação com o primeiro trimestre, a produção subiu 11,3%, como resultado de maiores volumes de Brucutu; a melhoria sazonal das condições climáticas em Serra Norte e um forte desempenho em Serra Leste; maior produtividade no Complexo de Itabira; e maior compra de terceiros, dentre outros.

A Vale acrescentou ainda que a operação do trem não tripulado em Timbopeba, em Minas Gerais, está funcionando bem, o que permite uma maior produção, e a manutenção do carregador de navios 6 no Terminal Marítimo de Ponta da Madeira foi concluída conforme programada, sem nenhum impacto nos embarques previstos para o ano.

Em contrapartida, a Vale informou que a previsão de início de algumas atividades em Minas Gerais foi postergada pelo tempo necessário para obter autorizações. Tais atividades precisaram ser revistas após os rompimentos de barragens no Estado em anos passados.

A empresa manteve sua meta de produção da commodity para 2021 no intervalo entre 315 milhões e 335 milhões de toneladas.

A produção de pelotas da Vale somou 8 milhões de toneladas no segundo trimestre, alta de 13,3% ante o mesmo período do ano passado e avanço de 27,4% ante o primeiro trimestre.

"O aumento trimestral é explicado principalmente pela maior disponibilidade sazonal de 'pellet feed' que foi direcionada principalmente para as plantas de Omã e pelo 'ramp-up' da planta de pelotização de Vargem Grande", afirmou.

VENDAS

As vendas do minério de ferro, por sua vez, somaram 67,2 milhões de toneladas entre abril e junho, alta de 23,1% ante o segundo trimestre de 2020 e avanço de 13,4% em relação ao primeiro trimestre.

O volume de vendas de finos e pelotas de minério de ferro totalizou 74,9 milhões de toneladas no segundo trimestre, alta de 14,2% versus o primeiro trimestre, com o aumento da produção de minério de ferro.

A Vale informou que o prêmio de minério de ferro foi de 8,4 dólares por tonelada entre abril e junho, em linha com o primeiro trimestre.

METAIS BÁSICOS

Do lado do níquel, a empresa registrou produção de 41,5 mil toneladas no segundo trimestre, queda de 15,3% em relação ao mesmo período de 2020 e recuo de 14,3% em relação ao trimestre anterior, principalmente devido à paralisação dos funcionários de Sudbury e à manutenção não programada na refinaria de níquel de Clydach, que impactou a produção total proveniente do feed da PTVI.

Em junho, trabalhadores de Sudbury, no Canadá, rejeitaram um acordo coletivo de cinco anos com a Vale, o que levou a companhia a paralisar atividades.

Já a produção de cobre da mineradora somou 73,5 mil toneladas no segundo trimestre, queda de 13% ante o mesmo período do ano passado e recuo de 4% em relação ao primeiro trimestre, resultado da paralisação dos funcionários em Sudbury e atrasos na mineração em Voisey's Bay, parcialmente compensados por um desempenho mais robusto em Salobo devido ao avanço das atividades de manutenção da mina e melhor desempenho nas operações do Sossego.

Dadas as incertezas relativas à situação de trabalho em Ontário e a aceleração da implementação do processo de segurança e manutenção em Sossego e Salobo, a Vale informou que está revisando a previsão de produção de cobre e níquel para 2021.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos