Mercado fechará em 50 mins
  • BOVESPA

    112.007,35
    +2.289,41 (+2,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.623,40
    +162,85 (+0,34%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,99
    -2,35 (-2,49%)
     
  • OURO

    1.817,20
    +10,00 (+0,55%)
     
  • BTC-USD

    24.166,05
    +17,08 (+0,07%)
     
  • CMC Crypto 200

    574,89
    +3,61 (+0,63%)
     
  • S&P500

    4.269,67
    +62,40 (+1,48%)
     
  • DOW JONES

    33.700,25
    +363,58 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.500,89
    +34,98 (+0,47%)
     
  • HANG SENG

    20.175,62
    +93,19 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.546,98
    +727,65 (+2,62%)
     
  • NASDAQ

    13.538,25
    +227,00 (+1,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1992
    -0,1245 (-2,34%)
     

Produção de minério de ferro da Vale cai no 2º tri; empresa reduz previsão

Logo da mineradora Vale

Por Rafaella Barros e Nayara Figueiredo

SÃO PAULO (Reuters) - A Vale produziu 74,108 milhões de toneladas de minério de ferro no segundo trimestre deste ano, queda de 1,2% ante igual período de 2021, informou a mineradora em relatório de produção nesta terça-feira.

Em relação aos três primeiros meses deste ano, no entanto, houve avanço de 17,4% impulsionado, principalmente, pelo desempenho dos Sistemas Sudeste e Sul no período seco, disse a empresa. Também houve um aumento de produção no Norte beneficiado pela sazonalidade climática.

A Vale ainda atualizou a previsão de produção para entre 310 milhões e 320 milhões de toneladas, contra expectativa anterior de 320 milhões a 335 milhões de toneladas para 2022, "para garantir maior flexibilidade em nossa produção devido às condições atuais do mercado".

Segundo a companhia, também pesaram sobre a redução de projeções atividades pontuais de homogeneização de estoques em Ponta da Madeira para ajustar níveis de umidade e a venda do Sistema Centro-Oeste (em torno de 3,5 milhões de toneladas).

A mineradora registrou aumentos de 8,3% na produção de pelotas, na comparação com o mesmo trimestre de 2021, e de 25,2% ante ao trimestre imediatamente anterior, para 8,67 milhões de toneladas.

"A produção de pelotas aumentou devido à redução das atividades de manutenção na planta Omã e ao aumento da disponibilidade de pellet feed na planta Vargem Grande", disse a empresa.

A produção de níquel recuou 16,1% na comparação com o mesmo trimestre de 2021 e 24% ante os três primeiros meses deste ano, a 34,8 mil toneladas.

Segundo a mineradora, a queda na variação trimestral se deve, principalmente, à manutenção programada das plantas downstream, que foi parcialmente compensada pelo forte desempenho em Onça Puma.

Em relação ao cobre, a produção de 55,9 mil toneladas ficou 23,9% abaixo da registrada no segundo trimestre de 2021, mas com recuo de apenas 1,2% na comparação com o primeiro trimestre deste ano.

Assim como no minério de ferro, a companhia alterou a projeção de produção para o cobre.

"Como resultado da manutenção mais longa do que o esperado na planta de Sossego e a manutenção adicional na planta de Salobo identificada para 2022, a Vale está revisando seu guidance de produção anual de cobre para 270-285 mil toneladas", afirmou em relatório.

A expectativa anterior ficava entre 330 mil a 335 mil toneladas.

VENDAS

As vendas de minério de ferro do segundo trimestre de 2022 caíram mais do que a produção.

A mineradora vendeu 64,318 milhões de toneladas de minério de ferro, volume 2,3% menor que o registrado um ano antes e 22,9% superior ao do trimestre imediatamente anterior.

As vendas de pelotas atingiram 8,84 milhões de toneladas no período, com aumento de 15,6% na comparação com o mesmo trimestre de 2021 e de 26,1% versus os três primeiros meses deste ano.

"Os maiores prêmios de pelotas foram compensados pelas vendas de minérios de alta sílica. Minérios de alta sílica podem ser blendados ao BRBF, concentrados na China ou vendidos separadamente", disse a empresa.

"A Vale vendeu um percentual maior de minérios de alta sílica separadamente para antecipar vendas e se beneficiar dos preços de mercado mais altos no segundo trimestre de 2022 para esses produtos", acrescentou.

As vendas de níquel e cobre, por sua vez, recuaram 17,1% e 30,36%, respectivamente, frente ao segundo trimestre de 2021. A mineradora vendeu 39,3 mil toneladas de níquel e 51,5 mil de cobre.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos