Produção industrial avança em 7 de 14 locais, diz IBGE

Na passagem de setembro para outubro, a produção industrial avançou em sete dos 14 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os destaques foram Goiás, com 15,5%, eliminando o recuo de 3,7% do mês anterior, e Espírito Santo, com avanço de 12,3%, e que interrompeu três meses consecutivos de queda. Também houve resultados positivos no Pará (3,1%), Rio de Janeiro (3,0%), em Minas Gerais (2,8%), no Paraná (2,2%) e em São Paulo (1,6%). Na direção oposta, houve perdas em Pernambuco (-7,9%), na Região Nordeste (-5,8%), no Rio Grande do Sul (-5,4%), Amazonas (-3,5%), Ceará (-3,1%), na Bahia (-1,4%) e em Santa Catarina (-0,3%).

Na comparação com outubro de 2011, a produção industrial também cresceu em sete dos 14 locais pesquisados. Os avanços mais intensos foram registrados em Goiás (16,7%) e Minas Gerais (9,9%), impulsionados pelos setores de produtos químicos (medicamentos) e de veículos automotores (automóveis), respectivamente. As demais expansões foram vistas no Espírito Santo (4,0%), em São Paulo (3,1%), no Pará (2,5%), em Santa Catarina (1,2%) e na Bahia (1,0%).

Por outro lado, houve queda no Amazonas (-11,4%), pressionado pelos setores de alimentos e bebidas e outros equipamentos de transporte, Rio Grande do Sul (-6,3%), em Pernambuco (-5,7%), no Paraná (-5,4%), Ceará (-5,0%), na Região Nordeste (-2,8%) e no Rio de Janeiro (-2,2%).

Carregando...