Mercado abrirá em 5 h 31 min
  • BOVESPA

    108.402,27
    +1.930,27 (+1,81%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.354,86
    +631,46 (+1,35%)
     
  • PETROLEO CRU

    90,03
    -0,73 (-0,80%)
     
  • OURO

    1.801,40
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    23.846,21
    +92,71 (+0,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    557,45
    +14,57 (+2,68%)
     
  • S&P500

    4.140,06
    -5,13 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    32.832,54
    +29,04 (+0,09%)
     
  • FTSE

    7.479,40
    -2,97 (-0,04%)
     
  • HANG SENG

    20.030,70
    -15,07 (-0,08%)
     
  • NIKKEI

    27.999,96
    -249,28 (-0,88%)
     
  • NASDAQ

    13.203,25
    +20,00 (+0,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2164
    +0,0070 (+0,13%)
     

Produção de diesel nas refinarias do Brasil cresce 11,2% em junho

Tanques na refinaria de Paulínia, da Petrobras. Refinaria liderou processamento de petróleo no primeiro semestre

(Reuters) - A produção de diesel nas refinarias do Brasil em junho foi de 3,671 bilhões de litros, uma alta de 11,2% em relação ao mesmo mês de 2021, segundo dados divulgados nesta terça-feira pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Considerando-se todo o primeiro semestre, o país produziu 21,29 bilhões de litros, somando-se S-10 e S500 (usado em caminhões com motores fabricados até 2012).

A alta foi puxada pelo S-10, cuja produção cresceu 20,4% em junho na comparação anual, enquanto o S500 avançou apenas 0,7%.

No semestre, o país produziu 12,4 bilhões de litros de S-10, representando um avanço de 24,4% em relação ao volume registrado no mesmo período de 2021. O S500 totalizou 8,89 bilhões de litros, um recuo de 7,4%.

O aumento da produção de diesel é uma resposta do setor à demanda maior no país, que, inclusive, tende a se elevar ainda mais nos próximos meses, entre agosto e setembro, quando normalmente se intensificam as exportações de milho, que se somam aos fluxos de soja para os portos.

A gasolina A (pura) totalizou 2,144 bilhões de litros produzidos em junho --aumento de 0,6% em relação a junho de 2021. Nos seis primeiros meses do ano, a produção totalizou 12,9 bilhões de litros, 8,4% a mais que a do primeiro semestre do ano passado.

O processamento de petróleo em todas as refinarias do país foi de 311,7 milhões de litros por dia em junho, uma alta de 8,1% em relação a junho de 2021 e de 3,4% na comparação com o mês imediatamente anterior.

No primeiro semestre, o volume médio de petróleo processado foi de 305,8 milhões de litros por dia, representando um aumento de 13,9% na comparação com o mesmo período de 2021.

A Refinaria de Paulínia (Replan), da Petrobras, no Estado de São Paulo, liderou o ranking de processamento de petróleo, tendo respondido por 20,7% do volume semestral. Em seguida, ficaram a Refinaria de Mataripe, da Acelen, do Fundo Mubadala, com 13,7%, e a Refinaria Henrique Lage (Revap), também da Petrobras, com 11,7% de participação.

(Por Rafaella Barros)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos