Mercado abrirá em 5 h 42 min
  • BOVESPA

    121.801,21
    -1.775,35 (-1,44%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.195,43
    -438,48 (-0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,07
    -0,08 (-0,12%)
     
  • OURO

    1.812,80
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    38.989,49
    +1.224,72 (+3,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    963,83
    +37,06 (+4,00%)
     
  • S&P500

    4.402,66
    -20,49 (-0,46%)
     
  • DOW JONES

    34.792,67
    -323,73 (-0,92%)
     
  • FTSE

    7.102,56
    -21,30 (-0,30%)
     
  • HANG SENG

    26.226,54
    -200,01 (-0,76%)
     
  • NIKKEI

    27.728,12
    +144,04 (+0,52%)
     
  • NASDAQ

    15.095,00
    +21,50 (+0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1463
    +0,0280 (+0,46%)
     

Produção comercial em nova fábrica da Braskem nos EUA começará no 3º tri

·2 minuto de leitura

Conforme a petroquímica, os testes iniciais de produção de polipropileno começam a ser executados em julho Com a conclusão da construção da nova fábrica de polipropileno (PP) nos Estados Unidos, anunciada hoje, a Braskem prevê iniciar a produção comercial em larga escala na unidade ao longo do terceiro trimestre. Conforme a petroquímica, os testes iniciais de produção começam a ser executados em julho. A nova fábrica de PP da Braskem, em La Porte, no Texas, tem capacidade de produção de mais de 450 mil toneladas por ano de todo o portfólio da resina e recebeu investimentos de US$ 675 milhões. Em nota à imprensa, o presidente da Braskem América, Mark Nikolich, afirma que a produção inicial será direcionada para o mercado interno americano, em substituição aos volumes de resina que são importados para atender ao déficit de PP nos Estados Unidos. A partir da unidade, também haverá exportação de resina para clientes da petroquímica em outros países da América do Norte, América do Sul, Europa e Ásia. A Braskem já iniciou o comissionamento da unidade, com adoção de medidas de segurança adicionais por causa da pandemia de covid-19. Nessa fase, são realizados os testes funcionais e de processo, com checagem dos controles e sistemas de segurança. Com isso, os testes de produção devem ser iniciados no próximo mês, com a primeira produção comercial completa em larga escala ainda no terceiro trimestre. De acordo com o vice-presidente de PP da companhia na América do Norte, Alexandre Elias, a covid-19 afetou as vendas da resina na região em abril e maio para o segmento de bens duráveis, especialmente o automotivo. Esse efeito negativo foi parcialmente compensado pelas vendas para clientes de não tecidos e embalagens. “Em junho, a demanda se recuperou e a expectativa da Braskem para o mercado americano de PP no terceiro trimestre é positiva”, diz o executivo, no comunicado, acrescentando que a combinação de demanda aquecida, paradas programadas para o terceiro trimestre e oportunidades de exportação devem garantir a entrada em operação da nova unidade sem sobressaltos no mercado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos