Mercado abrirá em 7 h 12 min
  • BOVESPA

    117.560,83
    +362,83 (+0,31%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.326,68
    +480,88 (+1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,27
    -0,18 (-0,20%)
     
  • OURO

    1.720,30
    -0,50 (-0,03%)
     
  • BTC-USD

    19.976,30
    -348,31 (-1,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    454,72
    -8,40 (-1,81%)
     
  • S&P500

    3.744,52
    -38,76 (-1,02%)
     
  • DOW JONES

    29.926,94
    -346,96 (-1,15%)
     
  • FTSE

    6.997,27
    -55,35 (-0,78%)
     
  • HANG SENG

    17.727,42
    -284,73 (-1,58%)
     
  • NIKKEI

    27.110,00
    -201,30 (-0,74%)
     
  • NASDAQ

    11.509,00
    -32,75 (-0,28%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0993
    -0,0142 (-0,28%)
     

Procuradoria cobra certidões de Bolsonaro e Lula para registro de candidaturas

***ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF,  BRASIL,  10-08-2022 - O presidente da República Jair Bolsonaro em participa da abertura do Encontro Nacional do Agro, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães (FOTO Gabriela Biló /Folhapress)
***ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF, BRASIL, 10-08-2022 - O presidente da República Jair Bolsonaro em participa da abertura do Encontro Nacional do Agro, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães (FOTO Gabriela Biló /Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O MPE (Ministério Público Eleitoral) afirmou ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que o presidente Jair Bolsonaro (PL) não apresentou toda documentação necessária para registrar sua candidatura à reeleição.

O órgão requereu à corte a intimação do chefe do Executivo para que apresente as certidões negativas da Justiça Federal do Rio de Janeiro, cidade em que está seu domicílio eleitoral.

"As certidões de 1ª e 2ª instâncias da Justiça Federal da circunscrição de seu domicílio eleitoral (Rio de Janeiro) também não foram expedidas para fins eleitorais", diz o pedido.

O relator do registro do mandatário é o ministro Alexandre de Moraes, que decidirá se cobra os documentos ou se defere o registro sem os documentos solicitados pelo MPE.

"O Ministério Público requer a intimação do candidato para sanar as falhas constatadas, sob pena de indeferimento do registro", afirma o vice-procurador-geral Eleitoral, Paulo Gonet Branco.

O MPE afirma que "as certidões de 1ª instância da Justiça Estadual não foram emitidas para fins eleitorais".

O MP também solicitou complementos na documentação de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A defesa do petista afirmou na segunda (15) ao TSE que já havia feito cinco pedidos para ter acesso a uma das certidões no TJSP e ainda aguardava a entrega do documento.

A resolução do TSE determina que todos candidatos devem apresentar as certidões criminais das esferas estadual e federal da Justiça.