Mercado fechado

Procura por seguro contra vazamentos cresce após lei de proteção de dados

JOANA CUNHA
·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) acelerou a procura por seguros para proteger executivos e empresas em casos de problemas como vazamentos de dados, ataques cibernéticos ou multas por mal uso de informações pessoais. Na corretora 3 SEG, a contratação na modalidade cyber cresceu 50%. Também subiu 25% o seguro D&O, uma modalidade antiga que protege executivos de serem responsabilizados patrimonialmente nessas situações. Em metade das contratações, a apólice abrange o cargo de data protection officer, função criada pela LGPD para ter um responsável pela proteção de dados na empresa. Alexandre Delgado, sócio da 3 SEG, afirma que o mercado deve seguir aquecido quando as multas relacionadas à LGPD estiverem mais perto de começar. A lei entrou em vigor em setembro, mas suas punições valem apenas a partir de agosto de 2021.