Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,17 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,14 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,23
    -2,65 (-3,49%)
     
  • OURO

    1.865,90
    -50,40 (-2,63%)
     
  • BTC-USD

    23.322,55
    -224,42 (-0,95%)
     
  • CMC Crypto 200

    535,42
    -1,43 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,93 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.616,50
    -230,25 (-1,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5385
    +0,0488 (+0,89%)
     

Procrastinação pode ser indício de problemas de saúde; entenda

Você é uma vítima constante da procrastinação? Se você tem uma tarefa para entregar e está lendo esta notícia, por exemplo, já pode ser um sinal de que está procrastinando — ou seja, adiando ou prolongando uma coisa importante — e isso não é bom. Para falar a verdade, segundo um estudo publicado na JAMA Network Open, esse comportamento pode indicar problemas de saúde.

Os pesquisadores descobriram uma associação entre a procrastinação e níveis mais altos de estresse, estilos de vida pouco saudáveis ​​e atrasos em consultar um médico sobre problemas de saúde. Para chegar a essa descoberta, o grupo entrevistou 3.525 universitários, ao longo de um ano. Os alunos com maior tendência a procrastinar foram comparados com alunos com menor tendência.

A comparação permitiu descobrir que níveis mais altos de procrastinação têm relação com sintomas um pouco mais altos de depressão, ansiedade e estresse. Alunos com níveis mais altos de procrastinação também eram mais propensos a relatar dores incapacitantes nos ombros ou braços (ou ambos), pior qualidade do sono, mais solidão e mais dificuldades financeiras.

Procrastinação pode ser indício de problemas de saúde, segundo estudo (Imagem: Prostock-studio/Envato)
Procrastinação pode ser indício de problemas de saúde, segundo estudo (Imagem: Prostock-studio/Envato)

O grupo não percebeu nenhum resultado de saúde específico que tenha sido fortemente associado à procrastinação, mas os resultados sugerem que a procrastinação pode remeter a problemas de saúde mental, o que já implica na importância de se prestar atenção nesse assunto.

No entanto, o bom é que existem algumas técnicas destinadas a ajudar quem tem problema com procrastinação. É o caso da terapia cognitivo-comportamental, que ajuda a pessoa a dividir metas de longo prazo em metas de curto prazo, e a gerenciar distrações e manter o foco em uma tarefa. Por isso, vale buscar ajuda, caso seja o seu caso.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: