Mercado abrirá em 9 h 25 min
  • BOVESPA

    106.667,66
    +293,79 (+0,28%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.232,20
    -741,07 (-1,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,97
    +1,54 (+1,80%)
     
  • OURO

    1.812,50
    +0,10 (+0,01%)
     
  • BTC-USD

    42.418,69
    +202,47 (+0,48%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.010,72
    +1,33 (+0,13%)
     
  • S&P500

    4.577,11
    -85,74 (-1,84%)
     
  • DOW JONES

    35.368,47
    -543,34 (-1,51%)
     
  • FTSE

    7.563,55
    -47,68 (-0,63%)
     
  • HANG SENG

    24.251,55
    +138,77 (+0,58%)
     
  • NIKKEI

    27.761,05
    -496,20 (-1,76%)
     
  • NASDAQ

    15.194,75
    -11,25 (-0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3113
    +0,0042 (+0,07%)
     

Procon-SP notifica Fiat após aumento nos preços do Pulse

·1 min de leitura
Fiat logo
Fiat terá até o dia 13 de janeiro para prestar explicações

(Jakub Porzycki/NurPhoto via Getty Images)

  • Procon-SP notifica Fiat por aumento nos preços do SUV Pulse

  • Montadora deve esclarecer reajuste feito antes dos carros serem entregues

  • Órgão ainda quer saber quantas pessoas foram afetadas e se há possibilidade de renegociação

O Procon-SP notificou a Fiat devido ao aumento no preço dos carros Pulse antes de serem entregues aos consumidores. Em outubro, ao ser lançado, o SUV custava de R$ 79.990 a R$ 115.990, mas passou por reajustes de até R$ 4 mil em dezembro antes de ser entregue aos compradores.

A marca chegou a justificar que a medida foi tomada devido à volatilidade do câmbio e à falta de insumos no mercado. Nos termos aceitos pelos clientes, durante a pré-venda, apontou que os preços poderiam ser revistos sem aviso prévio, mas que os que desistirem da compra por conta dos reajustes seriam reembolsados integralmente.

Leia também:

Com a notificação do Procon-SP, a Fiat terá até o dia 13 de janeiro para prestar explicações sobre quantos compradores fizeram as reservas e não receberam seus veículos, quantos serão prejudicados com a mudança e se os reajustes valem para todas as versões do Pulse.

O Procon ainda quer saber se todos os estados brasileiros serão atingidos e como os consumidores foram avisados sobre a possibilidade de aumento nos preços. Além disso, a montadora deve informar como os valores serão devolvidos em caso de desistência e se haverá alguma compensação devido à frustração do comprador.

De acordo com as informações do UOL, o órgão também pediu explicações sobre a possibilidade de análise individual de caso a caso para manutenção dos valores acordados na reserva.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos