Mercado fechará em 11 mins
  • BOVESPA

    106.056,32
    -317,55 (-0,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.370,16
    -603,11 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,84
    +1,02 (+1,22%)
     
  • OURO

    1.812,10
    -4,40 (-0,24%)
     
  • BTC-USD

    41.565,19
    -550,89 (-1,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    989,78
    -19,60 (-1,94%)
     
  • S&P500

    4.582,59
    -80,26 (-1,72%)
     
  • DOW JONES

    35.406,36
    -505,45 (-1,41%)
     
  • FTSE

    7.563,55
    -47,68 (-0,63%)
     
  • HANG SENG

    24.112,78
    -105,25 (-0,43%)
     
  • NIKKEI

    28.257,25
    -76,27 (-0,27%)
     
  • NASDAQ

    15.257,25
    -338,50 (-2,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3122
    +0,0184 (+0,29%)
     

Procon-SP notifica Casas Bahia por não cumprir oferta de celular na Black Friday

·1 min de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 26.11.2021 - Movimentação de consumidores pela megaloja da Casas Bahia, na marginal Tietê, em São Paulo, durante a Black Friday 2021. (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 26.11.2021 - Movimentação de consumidores pela megaloja da Casas Bahia, na marginal Tietê, em São Paulo, durante a Black Friday 2021. (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)

CURITIBA, PR (FOLHAPRESS) - O Procon-SP notificou nesta segunda-feira (29) a Via S.A., que cuida do site das Casas Bahia, por não cumprir uma oferta de desconto em um celular da Samsung durante a Black Friday.

O smartphone tem preço original de cerca de R$ 3.000 e era ofertado durante o período promocional por aproximadamente R$ 700.

Segundo o Procon-SP, consumidores questionaram nas redes sociais que, mesmo após terem finalizado a compra, a empresa cancelou o pedido.

A entidade pede que a Via preste esclarecimentos sobre as razões do cancelamento e o número de pedidos de compra que foram feitos.

A empresa também vai precisar dizer o plano de ação que irá adotar para resolver as reclamações.

A Via tem até três dias para responder.

Procurada, a empresa ainda não se manifestou até a publicação desta reportagem.

Até o fim da tarde da última sexta (26), o Procon recebeu 310 reclamações de consumidores com problemas nas compras ou contratações na Black Friday. Na comparação com o ano passado, houve um aumento de 10% nas reclamações.

Entre as reclamações mais relatadas, a maior parte foi por atraso ou não entrega de produto ou serviços, um total de 78, que correspondem a 25% do total dos casos.

Também foram registradas queixas por pedido cancelado após a finalização da compra (16%), mudança de preço ao finalizar a compra (15%), maquiagem de desconto (14%) e produto ou serviço indisponível (8%).

"Quem tiver algum problema com sua compra deve fazer uma reclamação no site do Procon-SP a qualquer hora, assim que acessar a página, o internauta encontra um espaço específico para os registros sobre a data", disse Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos