Mercado fechará em 26 mins
  • BOVESPA

    123.238,36
    +1.437,57 (+1,18%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.985,83
    +117,51 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,30
    -2,65 (-3,58%)
     
  • OURO

    1.817,70
    +0,50 (+0,03%)
     
  • BTC-USD

    39.522,34
    -1.834,86 (-4,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    967,17
    +6,28 (+0,65%)
     
  • S&P500

    4.392,71
    -2,55 (-0,06%)
     
  • DOW JONES

    34.890,95
    -44,52 (-0,13%)
     
  • FTSE

    7.081,72
    +49,42 (+0,70%)
     
  • HANG SENG

    26.235,80
    +274,77 (+1,06%)
     
  • NIKKEI

    27.781,02
    +497,43 (+1,82%)
     
  • NASDAQ

    14.967,50
    +11,75 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1277
    -0,0603 (-0,97%)
     

Procon-SP ensina como apagar dados dos celulares de vítimas do golpe limpa-conta

·1 minuto de leitura

Em meio a uma onda de golpes que usam celulares furtados para acessar e limpar contas bancárias por meio de aplicativos, o Procon-SP tomou uma iniciativa para ajudar vítimas a defenderem-se. Em seu canal oficial do YouTube, o órgão de proteção aos consumidores divulgou um vídeo em que ensina como apagar remotamente dados dos dispositivos.

As etapas podem ser seguidas tanto por quem possui aparelhos com o Android instalado quanto por quem optou pelo iPhone. Embora os passos também possam ser usados para encontrar os celulares, isso não é recomendado pela entidade: os criminosos agem rápido; e quanto mais tempo seus dados ficarem no poder deles, maiores as chances de as contas bancárias serem invadidas.

Como apagar dados no Android roubado:

  • Acesse o site android.com/find;

  • Faça login com seus dados;

  • Selecione a opção Limpar Dispositivo.

Como apagar dados no iPhone roubado:

  • Acesse o site icloud.com;

  • Entre com seu login e senha;

  • Selecione a opção Buscar iPhone;

  • Clique em Apagar Dispositivo.

Além de oferecer orientações às vítimas, o Procon-SP também está trabalhando junto a bancos e operadores de telefonia para aprimorar sistemas de segurança. Segundo Fernando Capez, diretor-executivo da entidade, em breve será fornecido um número através do qual pessoas poderão solicitar o bloqueio de chips, IMEIs e toda a linha telefônica, incluindo conversas do WhatsApp.

O golpe, realizado pela quadrilha batizada como “limpa-conta”, foi relatado pela primeira vez na metade de junho e intriga especialistas. Os bancos afetados garantem que seus sistemas são seguros e acreditam que os criminosos se aproveitam de informações contidas nos próprios aparelhos, como e-mails e mensagens de SMS, para acessar aplicativos e realizar transferências.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos