Mercado fechado
  • BOVESPA

    118.328,99
    -1.317,01 (-1,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.810,21
    -315,49 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,01
    -0,12 (-0,23%)
     
  • OURO

    1.868,70
    +2,80 (+0,15%)
     
  • BTC-USD

    29.624,08
    -1.057,59 (-3,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    580,72
    -99,18 (-14,59%)
     
  • S&P500

    3.853,07
    +1,22 (+0,03%)
     
  • DOW JONES

    31.176,01
    -12,39 (-0,04%)
     
  • FTSE

    6.715,42
    -24,97 (-0,37%)
     
  • HANG SENG

    29.927,76
    -34,74 (-0,12%)
     
  • NIKKEI

    28.591,62
    -165,24 (-0,57%)
     
  • NASDAQ

    13.386,25
    -9,25 (-0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5121
    +0,0037 (+0,06%)
     

Procon quer que GP do Brasil de F1 libere entrada de alimentos

JOANA CUNHA
SÃO PAULO, SP, 14.11.2019 – GP-BRASIL: Preparativos para o Grande Prêmio de Fórmula 1 no Brasil, que será realizado no Autódromo de Interlagos, na zona sul de São Paulo, neste domingo (17). (Foto: Paulo Lopes/BW Press/Folhapress)
SÃO PAULO, SP, 14.11.2019 – GP-BRASIL: Preparativos para o Grande Prêmio de Fórmula 1 no Brasil, que será realizado no Autódromo de Interlagos, na zona sul de São Paulo, neste domingo (17). (Foto: Paulo Lopes/BW Press/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Procon-SP notificou na quarta-feira (13) a empresa responsável pelo Grande Prêmio do Brasil de F-1 para permitir a entrada de alimentos no evento no autódromo de Interlagos no domingo (17).

A recomendação da fundação é que sejam proibidas apenas as comidas cujas embalagens apresentem risco à segurança do consumidor.

"Não permitir que as pessoas consumam alimentos comprados fora do evento sem justificativa compatível com o resguardo da segurança e saúde dos consumidores pode configurar prática abusiva", afirma nota do Procon-SP.

Segundo a fundação, a empresa será fiscalizada caso não seguir a orientação apresentada.