Mercado abrirá em 7 h 2 min
  • BOVESPA

    109.951,49
    +2.121,77 (+1,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.125,01
    -210,50 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,44
    -0,03 (-0,04%)
     
  • OURO

    1.890,70
    0,00 (0,00%)
     
  • BTC-USD

    22.579,90
    -678,87 (-2,92%)
     
  • CMC Crypto 200

    519,80
    -17,10 (-3,18%)
     
  • S&P500

    4.117,86
    -46,14 (-1,11%)
     
  • DOW JONES

    33.949,01
    -207,68 (-0,61%)
     
  • FTSE

    7.885,17
    +20,46 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    21.356,79
    +73,27 (+0,34%)
     
  • NIKKEI

    27.535,15
    -71,31 (-0,26%)
     
  • NASDAQ

    12.576,75
    +31,50 (+0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5759
    +0,0085 (+0,15%)
     

Procon notifica empresa de formatura após caso de aluna da USP suspeita de desviar R$ 920 mil

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após a revelação do caso da estudante de medicina da USP investigada pela Polícia Civil de São Paulo por suspeita de desviar quase R$ 1 milhão da festa de formatura, o Procon-SP notificou a empresa Ás Formaturas pedindo informações sobre o caso.

A estudante é investigada após acusação de colegas de ter desviado R$ 920 mil do fundo de formatura de sua turma na Faculdade de Medicina.

O Procon-SP afirma que a empresa "deverá explicar quem autorizou a transferência dos valores e quais os critérios estabelecidos para movimentação de dinheiro entre a ÁS Formaturas e qualquer membro da comissão de formandos ou terceiros".

O prazo para o envio das explicações é quinta-feira (19).

Segundo a SSP (Secretaria da Segurança Pública), os estudantes descobriram a possível farsa no último dia 6 de janeiro, quando a própria suspeita relatou o caso em um grupo de WhatsApp. Aos colegas ela disse que teria investido o dinheiro do fundo em uma corretora e sofreu um golpe.