Mercado abrirá em 3 h 57 min
  • BOVESPA

    100.591,41
    -172,59 (-0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.435,45
    +140,65 (+0,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    111,57
    -0,19 (-0,17%)
     
  • OURO

    1.816,90
    -4,30 (-0,24%)
     
  • BTC-USD

    19.998,05
    -1.111,91 (-5,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    432,86
    -17,20 (-3,82%)
     
  • S&P500

    3.821,55
    -78,56 (-2,01%)
     
  • DOW JONES

    30.946,99
    -491,31 (-1,56%)
     
  • FTSE

    7.288,61
    -34,80 (-0,48%)
     
  • HANG SENG

    21.996,89
    -422,08 (-1,88%)
     
  • NIKKEI

    26.804,60
    -244,87 (-0,91%)
     
  • NASDAQ

    11.682,00
    +7,75 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5274
    -0,0167 (-0,30%)
     

Procon Fortaleza multa Apple e Samsung em R$ 25,9 milhões. Entenda

·1 min de leitura
Procon de Fortaleza multa Apple e Samsung por 'venda casada'. Foto: Getty Images.
Procon de Fortaleza multa Apple e Samsung por 'venda casada'. Foto: Getty Images.
  • O Procon Fortaleza está multando a Apple e a Samsung em R$ 25,9 milhões;

  • Fabricante sul-coreana deve pagar R$ 15.558.750,00, enquanto a norte-americana foi multada em R$ 10.372.500,00;

  • As multas milionárias foram aplicadas porque as empresas venderam celulares sem carregador.

O Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor, o Procon Fortaleza, divulgou na quarta-feira (12) duas multas milionárias, somadas em R$ 25,9 milhões, aplicadas à Apple e Samsung por venderem celulares sem carregador.

Segundo a instituição, a fabricante sul-coreana deve pagar R$ 15.558.750,00. Já a norte-americana foi multada em R$ 10.372.500,00.

Leia também:

O valor da penalidade é maior para a Samsung por causa da recorrência do problema, enquanto a Apple enfrenta a multa do órgão pela primeira vez

Postura das empresas é considerada 'venda casada'

Alguns problemas foram encontrados durante a investigação do Procon. Entre eles, a falta de informação sobre a ausência de carregador em determinados smartphones.

A irregularidade é abordada no artigo 39 do Código do Consumidor (CdC), na qual se conclui que o consumidor de um determinado produto só conseguirá usá-lo se adquirir outro em seguida.

O termo para essa postura mercadológica é 'venda casada', prática considerada abusiva e proibida no Brasil.

A Samsung afirma que ainda não recebeu a multa indicada pelo Procon Fortaleza. Ainda assim, a companhia diz que clientes que desejam solicitar o carregador podem fazê-lo pelo site oficial Samsung Para Você.

De acordo com Eneylândia Rabelo Lemo, diretora do Procon, é evidente na situação apontada que o consumidor terá de adquirir o carregador no futuro, obrigando-o a outra compra, o que caracteriza a 'venda casada'.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos