Mercado abrirá em 3 h 46 min
  • BOVESPA

    126.003,86
    +951,08 (+0,76%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.897,79
    +629,34 (+1,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,85
    -0,06 (-0,08%)
     
  • OURO

    1.795,40
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    37.247,20
    -982,97 (-2,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    883,58
    -31,91 (-3,49%)
     
  • S&P500

    4.422,30
    +10,51 (+0,24%)
     
  • DOW JONES

    35.144,31
    +82,76 (+0,24%)
     
  • FTSE

    6.970,89
    -54,54 (-0,78%)
     
  • HANG SENG

    25.086,43
    -1.105,89 (-4,22%)
     
  • NIKKEI

    27.970,22
    +136,93 (+0,49%)
     
  • NASDAQ

    15.071,50
    -46,25 (-0,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1014
    -0,0089 (-0,15%)
     

Procon convoca app Facily para reunião após mais de 11 mil queixas

·3 minuto de leitura
Procon convoca app Facily para reunião após mais de 11 mil queixas
Procon convoca app Facily para reunião após mais de 11 mil queixas

O Procon-SP convocou a empresa responsável pelo app de compras coletivas Facily para uma reunião presencial amanhã (08/07) por conta de mais de 11 mil queixas de clientes só no primeiro semestre deste ano. A Faci.ly Soluções e Tecnologia Ltda deverá dar explicações sobre problemas causados a consumidores, como a não entrega de produtos, a falha nos canais de atendimento pós-venda e outras práticas que desrespeitam o Código de Defesa do Consumidor.

Em seu post oficial, o órgão afirma que, desde o início deste ano, as reclamações contra o app de social commerce (um formato e-commerce que é impulsionado pelas redes sociais) aumentaram de forma expressiva. Em janeiro, foram feitas apenas 21 reclamações. Porém, este número foi de dois mil em maio e de nove mil em junho. Com isso, no primeiro semestre de 2021, houve um total de 11.563 reclamações, uma quantidade extremamente discrepante com o que foi registrado no primeiro semestre de 2020 (apenas cinco queixas) pelo órgão.

Problemas também com prática indevida na divulgação publicitária

O Procon-SP afirma que a empresa responsável pelo app foi notificada em maio, mas as explicações dadas pela Faci.ly não foram suficientes, com as queixas continuando a chegar ao órgão de defesa do consumidor. Para termos uma ideia, só no dia 5 deste mês julho (esta última segunda-feira), foram registrados 500 casos.

Além dos problemas com a entrega dos itens, o Procon-SP aponta que a divulgação publicitária feita pela empresa desrespeita as regras de informação de preços. Apenas o valor dos itens vendidos em grupo (e com desconto) é destacado, já o valor do produto vendido individualmente (sem desconto) aparece em caracteres bem menores. A prática dificulta a comparação dos dois preços praticados e a compreensão do consumidor.

Em seus termos e condições de uso, o app se isenta de responsabilidade por eventuais problemas nos serviços prestados. Além disso, a ferramenta não respeita o direito ao arrependimento, que prevê que o consumidor pode desistir da compra feita de forma remota no prazo de sete dias e receber de volta o valor integral.

Reclamações no Reclame Aqui e notas nas lojas Google e Apple

No site Reclame Aqui, até hoje (07/07), já são mais de 25 mil queixas registradas contra o app Facily, mais que o dobro do que há no Procon. Boa parte das reclamações são relacionadas a atraso ou falta de entrega de itens comprados e relacionamento com o cliente. No Reclame Aqui, a informação é de que a empresa responde a quase 100% das reclamações, porém, o app possui uma reputação de nível Regular, com a nota dos clientes sendo um pouco maior que 4 (de 10 possíveis).

O Facily teve grande crescimento no Brasil durante o primeiro ano da pandemia e continua crescendo muito atualmente. Luciano Freitas, cofundador da empresa, diz que as queixas refletem as dores do crescimento da empresa. Ao que tudo indica, o crescimento maior da Facily seguiu em paralelo com o aumento de reclamações. Nos registros do Reclame Aqui em 2020, o app era avaliado com uma nota próxima de 8, com menos de mil reclamações.

Na App Store, o app para iOS possui uma nota de 2,5/5 hoje e, na Play Store, o app para Android é avaliado com 2,6/5. Nas duas lojas, a maior parte dos comentários recentes são bastante negativos para o app de compras coletivas da Facily, ou seja, ele é uma unanimidade ao contrário.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos