Mercado fechará em 46 mins

Processadores Intel Skylake foram o estopim para Apple encerrar parceria

Wagner Wakka

Nesta semana, a Apple anunciou que abandonará a Intel e passará a usar processadores com arquitetura ARM em seus Macs. Agora, um ex-engenheiro da Intel diz que esse desejo já vem desde 2015.

Segundo François Piednoël, um dos principais engenheiros da fabricante de semicondutores, a Apple esteve insatisfeita com os processadores da Intel desde a família Skylake, lançada em 2015. Os componentes teriam chegado com tantos problemas e limitações que foi o estopim para que a Apple começasse a desenvolver seu próprio processador.

“[O Skylake] Era uma anomalia de tão ruim. Basicamente, nossos parceiros na Apple se tornaram os campeões em achar problemas de arquitetura e isso foi bem, mas bem ruim. Quando seu cliente encontra quase o mesmo tanto de bugs que você, é que as coisas não estão no lugar certo”, comentou o ex-engenheiro durante uma live.

Para o engenheiro, esse foi o ponto de inflexão na relação entre as companhias e quando os engenheiros da Apple começaram a pensar em desenvolver algo sozinhos. “Basicamente, a péssima qualidade do Skylake foi a responsável por a Apple atualmente deixar a plataforma”, acredita Piednoël.

A informação corrobora com rumores antigos. Desde 2017, analistas como Miing-Chi Kuo apontam que a mudança aconteceria em breve. Agora, durante a Wolrdwide Developers Conference, a Apple confirmou que, em dois anos, fará a mudança completa para processadores ARM projetados internamente. A empresa do iPhone, contudo, não informou o motivo da mudança.

Fonte: Canaltech