Mercado abrirá em 7 h 4 min
  • BOVESPA

    108.843,74
    -2.595,62 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.557,65
    -750,06 (-1,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,10
    +0,81 (+1,15%)
     
  • OURO

    1.762,70
    -1,10 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    42.408,90
    -3.248,78 (-7,12%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.058,63
    -75,75 (-6,68%)
     
  • S&P500

    4.357,73
    -75,26 (-1,70%)
     
  • DOW JONES

    33.970,47
    -614,41 (-1,78%)
     
  • FTSE

    6.903,91
    -59,73 (-0,86%)
     
  • HANG SENG

    23.990,99
    -108,15 (-0,45%)
     
  • NIKKEI

    29.990,45
    -509,60 (-1,67%)
     
  • NASDAQ

    15.069,75
    +60,25 (+0,40%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2913
    +0,0466 (+0,75%)
     

Probióticos para corais aumentam a resiliência, ajudando a prevenir a mortalidade

·3 minuto de leitura

THUWAL, Arábia Saudita, August 18, 2021--(BUSINESS WIRE)--Um novo estudo mostra que probióticos podem ser protagonistas úteis para aumentar a saúde e prevenir a mortalidade de corais diante de estressores ambientais, tais como o aquecimento de oceanos e mudanças nas condições climáticas.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20210818005032/pt/

KAUST Marine Scientist Dr. Raquel Peixoto administers probiotics, or Beneficial Microorganisms for Corals (BMC), to Pocillopora verrucosa coral in controlled aquarium environments. (Photo: KAUST)

Publicado na Science Advances, o estudo detalha pesquisa realizada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, em colaboração com o Centro de Pesquisa do Mar Vermelho na Universidade de Ciência e Tecnologia Rei Abdullah (King Abdullah University of Science and Technology, KAUST). Este é o primeiro estudo do seu tipo a mostrar que micro-organismos benéficos para corais (Beneficial Microorganisms for Corals, BMCs) podem proteger corais branqueados da morte, estimulando processos imunes que os ajudam a reconstruir seu ambiento microbioma e a compensar sintomas de "transtorno de estresse pós-calor" gerados por estresse térmico.

Os cientistas criaram um probiótico utilizando micróbios derivados do próprio coral, selecionando cepas com características mais prováveis de aumentar a resiliência. Eles isolaram, laminaram e estudaram centenas de cepas de bactérias quanto ao seu potencial para funcionar como BMCs. Eles inocularam dois grupos de corais em ambientes controlados – aqueles com probióticos e aqueles com um placebo – expondo ambos ao mesmo grau de estresse térmico. Os probióticos aumentaram a estabilidade e sobrevivência na relação alga-coral hospedeiro em mais de 40%.

A Dra. Raquel Peixoto, principal autora e cientista marinha da KAUST, afirmou: "Considerando que todos os corais inicialmente branquearam e mostraram sinais de estresse, aqueles com BMCs sobreviveram e voltaram ao seu estado original, com resultados similares aos de corais que não sofreram qualquer exposição. Os corais sem BMCs mantiveram os danos ou morreram. A fórmula holística equipou os corais com características saudáveis para proteger e sobreviver a traumas de calor".

O Dr. Chris Voolstra, autor contribuidor, genomicista de recife e especialista em big data, disse: "O estudo é notável em demonstrar ‘reprogramação genética’, o que significa que os micróbios informam ao coral para que realize mudanças benéficas no nível genético ao invés de sobrepor suas funções para o hospedeiro. Este é um importante entendimento sobre os mecanismos subjacentes aos probióticos de corais que não eram conhecidos antes".

O estudo recebeu financiamento do Out of the Blue Box Reef Innovation Challenge da Great Barrier Reef Foundation para novas ideias para proteger recifes de corais, e foi apoiado pela Tiffany & Co Foundation.

Anna Marsden, diretora administrativa da Great Barrier Reef Foundation, disse: "Ciência pioneira como esta dão esperança para o futuro da Grande Barreira de Corais e barreiras de corais globalmente, que estão sofrendo crescente pressão da mudança climática".

Leia o artigo completo aqui.

*Fonte: AETOSWire

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Ver a versão original em businesswire.com: https://www.businesswire.com/news/home/20210818005032/pt/

Contacts

Najdat Boukarroum
Najdat.boukarroum@kaust.edu.sa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos