Mercado fechado

Privatização dos portos de Santos e São Sebastião deve ser feita em 2020, diz Doria

IVAN MARTÍNEZ-VARGAS
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 30.09.2019 - JOÃO-DORIA: O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), participa do coquetel da 16º edição de

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta quarta-feira (8) estimar que os portos de Santos e São Sebastião sejam privatizados em 2020. 

"Nossa estimativa é de que o governo federal, através do ministro Tarcísio Gomes de Freitas [Infraestrutura], possa realizar as privatizações dos dois portos em 2020. Essa é, aliás, a intenção que ele nos antecipou".

Inicialmente, os planos do governo federal para a privatização do porto de Santos previam a desestatização apenas para 2021.

O governador afirmou ainda que o projeto do trem intercidades, que deverá ligar São Paulo à região metropolitana de Campinas e ao Vale do Paraíba, será apresentado neste semestre.

A modelagem da concessão de 21 aeroportos estaduais também deverá ser apresentada até junho e será feita em mais de um lote, de acordo com Doria. 

"Para isso, ativamos esses aeroportos. Hoje 14 desses aeroportos têm voos regulares da Azul, da Passaredo, da Latam e da Gol, fruto da redução do imposto sobre o querosene de 15% para 12%. Temos 706 voos regulares semanais para São Paulo", disse.