Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.591,41
    -172,59 (-0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.435,45
    +140,65 (+0,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    111,81
    +0,05 (+0,04%)
     
  • OURO

    1.821,00
    -0,20 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    20.381,80
    -517,70 (-2,48%)
     
  • CMC Crypto 200

    441,05
    -9,01 (-2,00%)
     
  • S&P500

    3.821,55
    -78,56 (-2,01%)
     
  • DOW JONES

    30.946,99
    -491,31 (-1,56%)
     
  • FTSE

    7.323,41
    +65,09 (+0,90%)
     
  • HANG SENG

    22.418,97
    +189,47 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    27.049,47
    +178,17 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    11.688,00
    +13,75 (+0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5435
    -0,0006 (-0,01%)
     

Privatização da Eletrobras na Bolsa tem protestos e elogio de Guedes à ditadura

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
SÃO PAULO, SP, 14.06.2022 – PROTESTO-SP - Manifestantes protestam contra a privatização da Eletrobrás, na rua 15 de Novembro, na região central de São Paulo, nesta terça-feira 14, o presidente Jair Bolsonaro participa de cerimônia do toque de campanha da privatização da Eletrobrás na Bovespa. (Foto: Rubens Cavallari/Folhapress)
SÃO PAULO, SP, 14.06.2022 – PROTESTO-SP - Manifestantes protestam contra a privatização da Eletrobrás, na rua 15 de Novembro, na região central de São Paulo, nesta terça-feira 14, o presidente Jair Bolsonaro participa de cerimônia do toque de campanha da privatização da Eletrobrás na Bovespa. (Foto: Rubens Cavallari/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Grupos contrários à privatização da Eletrobras protestaram nesta terça-feira (14) em frente à sede da B3, a Bolsa de Valores brasileira, em São Paulo.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) e os ministro Paulo Guedes (Economia) e Adolfo Sachsida (Minas e Energia) vieram ao local para participar do evento de toque de campainha da privatização da empresa de energia. Bolsonaro não discursou no evento.

Entre os manifestantes estiveram lideranças de movimentos de trabalhadores sem teto, atingidos por barragens e petroleiros.

No evento, Sachsida afirmou que os consumidores poderão se beneficiar com aumento da competição e com o aporte de recursos para reduzir as tarifas.

Já Guedes afirmou que a privatização vai gerar R$ 32 bilhões para modicidade tarifária, R$ 5 bilhões para o programa nuclear, R$ 25 bilhões para o caixa da União e R$ 10 bilhões para a revitalização de bacias hidrográficas.

O ministro da Economia também elogiou o legado dos governos militares, que segundo ele "fizeram uma extraordinária gestão do ponto de vista de infraestrutura", e afirmou que esse legado estava sendo perdido.

Disse também que, com a operação, a maior empresa de energia limpa e renovável do mundo está livre para fazer os investimentos necessários para se manter competitiva. "Ela é a garantia de segurança energética do Brasil nessa nova dimensão renovável."

Na semana passada, a Eletrobras fixou em R$ 42 o preço da ação em uma oferta que resultou na privatização da companhia, movimentando R$ 29,29 bilhões, segundo comunicado publicado na página da CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

A demanda foi forte com a participação de investidores que incluíram fundos de pensão, investidores estatais, fundos de hedge e investidores de varejo.

A expectativa é que o dinheiro para a CDE (Conta de Desenvolvimento Energético) saia no próximo mês. O prazo é de 30 dias após a conclusão da assinatura de contratos após a privatização pelas empresas do grupo Eletrobras.

"O aporte de recursos na CDE para redução da pressão tarifária deve ocorrer até o final de julho", afirmou Marisete Pereira, secretária-executiva do Ministério de Minas e Energia.

Segundo o presidente da Eletrobras, Rodrigo Limp, ainda não é possível afirmar qual será a composição acionária após a operação, já que a oferta não está totalmente concluída. Nesta terça ocorre a liquidação da compra de ações referente ao aumento de capital da empresa.

O investidor estatal de Cingapura GIC, o canadense CPPIB e a gestora brasileira 3G Radar devem se tornar os maiores acionistas da Eletrobras.

A privatização da maior elétrica da América Latina é vista como crucial para o presidente Jair Bolsonaro (PL), que até agora entregou poucas vendas de ativos estatais, em relação ao que prometeu antes de tomar posse.

Foi feito rateio proporcional entre os trabalhadores que decidiram investir o FGTS na empresa. Cada um terá alocado 66,79% do seu respectivo pedido.

Um trabalhador que reservou R$ 10.000 para comprar ações da Eletrobras poderá efetivamente aplicar R$ 6.679 na companhia.

Nesta segunda-feira (13), começaram as negociações das ações da Eletrobras após a privatização. O papel fechou em queda de 2,2%, a R$ 41.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos