Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.428,18
    -219,81 (-0,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.686,03
    -112,35 (-0,21%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,49
    +0,05 (+0,06%)
     
  • OURO

    1.764,40
    -1,30 (-0,07%)
     
  • BTC-USD

    61.935,96
    +290,45 (+0,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.430,53
    -21,11 (-1,45%)
     
  • S&P500

    4.486,46
    +15,09 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    35.258,61
    -36,15 (-0,10%)
     
  • FTSE

    7.203,83
    -30,20 (-0,42%)
     
  • HANG SENG

    25.409,75
    +78,75 (+0,31%)
     
  • NIKKEI

    29.025,46
    +474,56 (+1,66%)
     
  • NASDAQ

    15.290,75
    +0,25 (+0,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3923
    +0,0008 (+0,01%)
     

Privada inteligente usa câmera para reconhecer "impressão anal" de usuário

·1 minuto de leitura

Um grupo de cientistas teve uma nova ideia para analisar a saúde das pessoas: colocar uma câmera dentro de vasos sanitários para analisar seus ânus e reconhecer a sua “impressão anal”.

O projeto, desenvolvido por pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, é capaz de analisar amostras de fezes e urina das pessoas e utilizar algoritmos de aprendizado de máquina para identificar quem é o “autor”.

Para isso, ele reconhece características únicas da anoderme, a pele do canal anal, o que depende da instalação de uma câmera apontada para o ânus. O mecanismo é ativado por meio do sensor de pressão, que reconhece quando alguém está sentado no vaso.

De acordo com o artigo publicado pelos pesquisadores no ano passado, o sistema também seria capaz de analisar o volume e fluxo da urina por meio do sistema de visão computacional, com uma análise de colorimetria.

Câmera anal é um recurso que você não espera ver em uma privada (Imagem: Divulgação)
Câmera anal é um recurso que você não espera ver em uma privada (Imagem: Divulgação)

Para os que, com alguma razão, se sentirem desconfortáveis com a ideia de uma câmera capturando imagens de seus ânus, os pesquisadores explicam que os dados coletados são criptografados e armazenados em segurança em um servidor em nuvem.

De acordo com o estudo, o sistema se mostrou plenamente capaz de realizar a análise das amostras. Os resultados foram comparáveis aos de profissionais médicos treinados.

Os autores justificam a pesquisa alegando que "as tecnologias hoje existentes para monitoramento longitudinal da saúde de uma pessoa são mal integradas aos fluxos clínicos e raramente produzem dados biométricos úteis para os médicos". Eles esperam que o vaso possa ser útil para triagem e diagnóstico de populações específicas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos