Mercado fechado

Impostos: saiba mais sobre os principais pagos pelos brasileiros

Cada imposto tem uma finalidade (Getty Images)

Até o primeiro semestre de 2019, os brasileiros já tinham contribuído com mais de R$ 1 trilhão em forma de impostos, ou o equivalente a pouco mais de três meses de dias trabalhados ao longo do ano.

SIGA O YAHOO FINANÇAS NO INSTAGRAM

Esses dados são divulgados em tempo real pelo Impostômetro, recurso mantido pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP), em parceria com o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), que mostra estatisticamente os valores arrecadados dos cidadãos. Mas quais são os principais tributos que o brasileiro paga ao governo?

Leia também

Impostos federais

IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física)

Uma vez por ano, o brasileiro é obrigado a realizar o IR com o intuito de justificar renda e proventos ao longo do ano. Para que quem é Pessoa Jurídica, ou seja, tem uma empresa, o processo é o mesmo, mas o imposto é o IRPJ (Imposto de Renda para Pessoas Jurídicas), o qual incide sobre o lucro da empresa.

INSS (Instituto Nacional do Seguro Social)

É o imposto pago pelo cidadão para assistência ao trabalhador. É esse dinheiro que posteriormente é convertido em aposentadorias e outros auxílios provenientes do governo, como auxílio-doença, auxílio-maternidade, entre outros.

FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço)

É um percentual pago por empresas privadas em nome dos seus funcionários, e o valor é calculado com base no salário bruto. O fundo serve para proteger o trabalhador demitido sem justa causa.

PIS/Pasep

São impostos dos Programas de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público. Eles são cobrados das empresas e revertidos aos trabalhadores em forma de seguro-desemprego e abono salarial. O PIS é voltado a trabalhadores do setor privado, e o Pasep para os do setor público.

IOF (Imposto sobre Operações Financeiras)

É cobrado sobre empréstimos, financiamentos e outras operações financeiras (como as de operadoras de cartões de crédito) e também sobre a compra e venda de ações.

IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados)

O IPI incide, basicamente, sobre todos os produtos industrializados, sendo eles nacionais ou estrangeiros.

Existem impostos federais, estaduais e municipais (Getty Images)

Impostos estaduais

IPVA (Imposto de Propriedade de Veículos Automotores)

É um imposto que o cidadão deve contribuir por circular com um carro. O dinheiro arrecadado deve ser revertido em obras e serviços nas mais diversas áreas, não apenas em rodovias.

IPTU (Propriedade Predial e Territorial Urbana)

Da mesma forma que o IPVA, o IPTU é cobrado sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana, estando os imóveis área urbana ou em áreas rurais. A tributação ocorre uma vez ao ano, podendo ser dividida em parcelas. É calculada com base no valor venal da propriedade.

ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias)

Incide também sobre transporte interestadual e intermunicipal, além de serviços de telefonia.

São pagos dois impostos municipais (Getty Images)

Impostos municipais

ISS (Imposto Sobre Serviços)

O ISS é cobrado das empresas de diferentes ramos pela prestação de serviços, inclusive se você das MEI

ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Inter Vivos)

Incide sobre a mudança de propriedade de imóveis.